Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

2ª Feira - A Olho Nu

Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15, 16, 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 14 de 17]

326 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Ter Jul 08, 2014 3:19 pm

climatico

avatar
Nível 2
Joni Milk escreveu:Excelente entrevista. Wink

Eu também gostava de tirar algo relacionado com Escrita Criativa, mas em PT não há um curso específico... É pena.

É mesmo pena, mas eu acho que se tiver oportunidade de tirar nem que seja um cursinho, faço-o, pq é algo que gosto mesmo!

São escreveu:Gostei muito da entrevista. Como já te conheço minimamente nada foi surpresa, mas escreveste com muita ponderação, que aliás, te é própria Smile

Só uma pessoa muito metódica, muito organizada, consegue "mexer" em tantas coisas ao mesmo tempo e conseguir que tudo saia bem.

Concordo com praticamente tudo o que dizes. Só há um pequeno reparo que gosto de fazer quando as pessoas dizem que o cidadão se queixa, mas que na hora de votar fica no sofá em vez de exercer o seu direito de voto. Muitas pessoas fazem isso porque não vêem alternativa. Acham (e se calhar com razão) que são todos iguais. Como dizia a minha mãe "Tão bom é o Diabo como é o Filho do Diabo"... Se surgisse alguma vez algum candidato que realmente mostrasse grande alternativas, em quem realmente as pessoas achassem que valia a pena votar, as pessoas iriam votar todas entusiasmadas... Mas assim...

Ainda um reparo em relação às reformas baixas, ao facto dos idosos receberem as reformas e serem para deixar na farmácia, eu tenho sempre em mente que CADA CASO É UM CASO. Há, realmente, muitas injustiças, muitas reformas que deviam ser mais altas e não são. Mas também há muitos idosos que não merecem mais do que a baixa reforma que têm! Sim, trabalharam arrastados uma vida inteira, mas estiveram-se a borrifar para descontar! Tomo sempre como exemplo um senhor que faleceu há coisa de uns 4 anos, com cerca de 85 anos, que foi durante a minha infância e adolescência o meu vizinho do lado e, portanto o exemplo mais próximo. Mas como ele sei que havia milhares e continua a haver. Trabalhou a vida inteira por conta própria como caiador (no tempo da cal) e depois como pintor, quando se começou a usar as tintas. Quase não descansava um dia. Acho que só ao Domingo e mesmo assim nem sempre. Tinha sempre trabalho. Mas eu lembro-me perfeitamente de ser criança, de 8, 9, 10, 12, 14 anos e de ele ter 50 e tal anos, quase 60 e de começar a descontar por insistência dos filhos que já começavam a vislumbrar o futuro. Até aí nunca tinha descontado um tostão! Ora, depois, quando parou de trabalhar, já com 70 e tal anos e pediu finalmente a reforma, claro que era baixa... Só tinha 10 ou 15 anos de descontos! E depois ouvi-o o resto da vida queixar-se de que tinha uma reforma baixa, quando tinha trabalhado a vida inteira. Pois... E os descontos??

O padrasto do meu marido tem 55 anos e sempre trabalhou como empregado de mesa. Há mais de 20 anos que está efectivo no mesmo restaurante. Aquilo a pôr e tirar mesas parece uma ventoinha! Ele vem pôr a mesa e nem se vêem os pratos, as colheres, os garfos... Parece que tem uma varinha mágica nas mãos! E o regime de trabalho dele é assim: até um determinado número de almoços e jantares que sirva por dia ganha X, a partir daí é à comissão. Quantos mais almoços e jantares servir mais ganha. Serve sempre muito mais. O restaurante é mesmo em frente ao Zoomarine e muito frequentado. E nos meses de Verão chega a tirar cerca de 5000 € por mês (ou até mais), fora as gorjetas"... Chega a ficar um mês sem folgar. E muitas vezes quando folga é só aos almoços (nem ele quer folgar aos jantares, porque é muito que perde!) Tudo bem que as gorjetas não se contem, porque os clientes dão o que querem, e se quiserem, mas as comissões deviam contar-se. E nos meses mais baixos nunca recebe menos de 1000, 1500... Mas sabes o que ele declara às Finanças e Segurança Social? O ordenado mínimo! À conta disso, paga pouco de IRS e a minha cunhada (e agora o meu filho também, que infelizmente está a cargo dele) têm o escalão A de Acção Social na escola. Custa estar a dizer isto da própria família (ai,se eles lêem isto!), mas é verdade! E como ele estão os colegas dele todos assim e estarão centenas de empregados de mesa (e outros trabalhadores) assim também! Obviamente, ele é apenas um exemplo! Não valeria a pena denunciar porque nunca se provaria nada! Quem os vê receber o dinheiro das mãos do patrão? Quem pode provar que não é o ordenado mínimo que os homens recebem ao fim do mês? Que é incongruente e bizarro empregados de mesa experientes estarem há 20 ou 30 anos a ganhar o ordenado mínimo? Claro que é! LOL... Qualquer fiscal vê isso. Qualquer pessoa vai achar que isso é impossível! E as provas? Um dia vão-se queixar de que as reformas são baixas... Ah, pois claro que serão!

Tenho ainda mais coisas a dizer sobre questões pertinentes em que a tua entrevista toca (e muito bem, entrevista super interessante!), mas vou deixar para outro comentário. É que isto já demasiado longo Smile

Obrigado pelas tuas palavras São! Smile
Tento ser uma pessoa ponderada, muitas vezes, não o consigo pois sou impulsivo! Mas é verdade sim, que o facto de ser metódico me permite dar uma ajuda aqui no fórum em várias coisas, dentro do que posso. Se faço ou não bem, ai já é algo que não posso responder, mas que faço, ou tento fazer com perfeição, sim, faço-o. Por exemplo, eu fiz a reportagem dos 760, mas só vendo informações na net, mas o que eu queria mesmo era investigar e ter acesso a mais números e dados. Infelizmente é complicado.

Eu já discuti contigo a questão do direito ao voto. Na Grécia só quando os do Bloco de Esquerda lá ficaram em terceiro lugar é que os do PS e PSD sentiram medo de perderem lugares e posições, fizeram algo para a população. E eu acho que aqui os pequenos partidos, até podem ser iguais aos outros, mas que tivessem mais votos e os grandes partidos vissem o número de deputados baixar, terem que dividir o poder com mais gente, algo poderia ajudar a mudar. Mas isto é uma visão das coisas. E também acho que se o voto fosse obrigatório não teríamos sempre os mesmos lá em cima.

Em relação aos idosos, eu concordo contigo, claro que cada caso é um caso e eu falei no geral. E o exemplo que dás é bem elucidativo do que acontece. Mas o que eu fiz foi só um exemplo do que acontece. Eu olho para mim, com 27 anos e sem possibilidade nenhuma de ter uma vida. O meu pai casou-se aos 27 anos, aos 29 tinha um filho. Eu quero tanto ser pai (mesmo não tendo arranjado mãe) e não sei se algum dia terei condições para ter uma criança. E se, por exemplo, tiver que adptar? Não tenho condições para isso. Mas enfim, isso será lá pos 40! LOL


_________________
http://alemdosonho.pt.vu
Ver perfil do usuário

327 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Ter Jul 08, 2014 3:34 pm

Zapping

avatar
Admin
Magy escreveu:
Zapping escreveu:A Magy é preciosa.
Saltou-me esse post.
Bom, numa aula de geografia, 1000 vezes Climatico que Nucualofa ou Rabat Razz

O Zapp podia oferecer um curso de escrita criativa aos foristas... Eu também quero! Íamos todos!  I love you  Pensem nisso!
Esses que andam para aí não valem nada. Mas já houve uns bem jeitosos. Aproveitassem  unftp 

Ver perfil do usuário http://zapping-tv.com

328 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Ter Jul 08, 2014 3:35 pm

climatico

avatar
Nível 2
Zapping escreveu:
Magy escreveu:
Zapping escreveu:A Magy é preciosa.
Saltou-me esse post.
Bom, numa aula de geografia, 1000 vezes Climatico que Nucualofa ou Rabat Razz

O Zapp podia oferecer um curso de escrita criativa aos foristas... Eu também quero! Íamos todos!  I love you  Pensem nisso!
Esses que andam para aí não valem nada. Mas já houve uns bem jeitosos. Aproveitassem  unftp 

Onde e quando?
Eu não soube de nenhum. Se calhar ainda não tinha idade! assobio 


_________________
http://alemdosonho.pt.vu
Ver perfil do usuário

329 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Ter Jul 08, 2014 4:19 pm

São

avatar
Nível 2
climatico escreveu:
Joni Milk escreveu:Excelente entrevista. Wink

Eu também gostava de tirar algo relacionado com Escrita Criativa, mas em PT não há um curso específico... É pena.

É mesmo pena, mas eu acho que se tiver oportunidade de tirar nem que seja um cursinho, faço-o, pq é algo que gosto mesmo!

São escreveu:Gostei muito da entrevista. Como já te conheço minimamente nada foi surpresa, mas escreveste com muita ponderação, que aliás, te é própria Smile

Só uma pessoa muito metódica, muito organizada, consegue "mexer" em tantas coisas ao mesmo tempo e conseguir que tudo saia bem.

Concordo com praticamente tudo o que dizes. Só há um pequeno reparo que gosto de fazer quando as pessoas dizem que o cidadão se queixa, mas que na hora de votar fica no sofá em vez de exercer o seu direito de voto. Muitas pessoas fazem isso porque não vêem alternativa. Acham (e se calhar com razão) que são todos iguais. Como dizia a minha mãe "Tão bom é o Diabo como é o Filho do Diabo"... Se surgisse alguma vez algum candidato que realmente mostrasse grande alternativas, em quem realmente as pessoas achassem que valia a pena votar, as pessoas iriam votar todas entusiasmadas... Mas assim...

Ainda um reparo em relação às reformas baixas, ao facto dos idosos receberem as reformas e serem para deixar na farmácia, eu tenho sempre em mente que CADA CASO É UM CASO. Há, realmente, muitas injustiças, muitas reformas que deviam ser mais altas e não são. Mas também há muitos idosos que não merecem mais do que a baixa reforma que têm! Sim, trabalharam arrastados uma vida inteira, mas estiveram-se a borrifar para descontar! Tomo sempre como exemplo um senhor que faleceu há coisa de uns 4 anos, com cerca de 85 anos, que foi durante a minha infância e adolescência o meu vizinho do lado e, portanto o exemplo mais próximo. Mas como ele sei que havia milhares e continua a haver. Trabalhou a vida inteira por conta própria como caiador (no tempo da cal) e depois como pintor, quando se começou a usar as tintas. Quase não descansava um dia. Acho que só ao Domingo e mesmo assim nem sempre. Tinha sempre trabalho. Mas eu lembro-me perfeitamente de ser criança, de 8, 9, 10, 12, 14 anos e de ele ter 50 e tal anos, quase 60 e de começar a descontar por insistência dos filhos que já começavam a vislumbrar o futuro. Até aí nunca tinha descontado um tostão! Ora, depois, quando parou de trabalhar, já com 70 e tal anos e pediu finalmente a reforma, claro que era baixa... Só tinha 10 ou 15 anos de descontos! E depois ouvi-o o resto da vida queixar-se de que tinha uma reforma baixa, quando tinha trabalhado a vida inteira. Pois... E os descontos??

O padrasto do meu marido tem 55 anos e sempre trabalhou como empregado de mesa. Há mais de 20 anos que está efectivo no mesmo restaurante. Aquilo a pôr e tirar mesas parece uma ventoinha! Ele vem pôr a mesa e nem se vêem os pratos, as colheres, os garfos... Parece que tem uma varinha mágica nas mãos! E o regime de trabalho dele é assim: até um determinado número de almoços e jantares que sirva por dia ganha X, a partir daí é à comissão. Quantos mais almoços e jantares servir mais ganha. Serve sempre muito mais. O restaurante é mesmo em frente ao Zoomarine e muito frequentado. E nos meses de Verão chega a tirar cerca de 5000 € por mês (ou até mais), fora as gorjetas"... Chega a ficar um mês sem folgar. E muitas vezes quando folga é só aos almoços (nem ele quer folgar aos jantares, porque é muito que perde!) Tudo bem que as gorjetas não se contem, porque os clientes dão o que querem, e se quiserem, mas as comissões deviam contar-se. E nos meses mais baixos nunca recebe menos de 1000, 1500... Mas sabes o que ele declara às Finanças e Segurança Social? O ordenado mínimo! À conta disso, paga pouco de IRS e a minha cunhada (e agora o meu filho também, que infelizmente está a cargo dele) têm o escalão A de Acção Social na escola. Custa estar a dizer isto da própria família (ai,se eles lêem isto!), mas é verdade! E como ele estão os colegas dele todos assim e estarão centenas de empregados de mesa (e outros trabalhadores) assim também! Obviamente, ele é apenas um exemplo! Não valeria a pena denunciar porque nunca se provaria nada! Quem os vê receber o dinheiro das mãos do patrão? Quem pode provar que não é o ordenado mínimo que os homens recebem ao fim do mês? Que é incongruente e bizarro empregados de mesa experientes estarem há 20 ou 30 anos a ganhar o ordenado mínimo? Claro que é! LOL... Qualquer fiscal vê isso. Qualquer pessoa vai achar que isso é impossível! E as provas? Um dia vão-se queixar de que as reformas são baixas... Ah, pois claro que serão!

Tenho ainda mais coisas a dizer sobre questões pertinentes em que a tua entrevista toca (e muito bem, entrevista super interessante!), mas vou deixar para outro comentário. É que isto já demasiado longo Smile

Obrigado pelas tuas palavras São! Smile
Tento ser uma pessoa ponderada, muitas vezes, não o consigo pois sou impulsivo! Mas é verdade sim, que o facto de ser metódico me permite dar uma ajuda aqui no fórum em várias coisas, dentro do que posso. Se faço ou não bem, ai já é algo que não posso responder, mas que faço, ou tento fazer com perfeição, sim, faço-o. Por exemplo, eu fiz a reportagem dos 760, mas só vendo informações na net, mas o que eu queria mesmo era investigar e ter acesso a mais números e dados. Infelizmente é complicado.

Eu já discuti contigo a questão do direito ao voto. Na Grécia só quando os do Bloco de Esquerda lá ficaram em terceiro lugar é que os do PS e PSD sentiram medo de perderem lugares e posições, fizeram algo para a população. E eu acho que aqui os pequenos partidos, até podem ser iguais aos outros, mas que tivessem mais votos e os grandes partidos vissem o número de deputados baixar, terem que dividir o poder com mais gente, algo poderia ajudar a mudar.  Mas isto é uma visão das coisas. E também acho que se o voto fosse obrigatório não teríamos sempre os mesmos lá em cima.

Em relação aos idosos, eu concordo contigo, claro que cada caso é um caso e eu falei no geral. E o exemplo que dás é bem elucidativo do que acontece. Mas o que eu fiz foi só um exemplo do que acontece. Eu olho para mim, com 27 anos e sem possibilidade nenhuma de ter uma vida. O meu pai casou-se aos 27 anos, aos 29 tinha um filho. Eu quero tanto ser pai (mesmo não tendo arranjado mãe) e não sei se algum dia terei condições para ter uma criança. E se, por exemplo, tiver que adptar? Não tenho condições para isso. Mas enfim, isso será lá pos 40! LOL

O pior, ainda em relação ao direito de voto, é que não acho que o Bloco de Esquerda fosse fazer grande coisa se fosse para o poder! Todos falam muito bem enquanto sabem que não têm hipótese de ir para lá... Se houver essa hipótese já baixavam um bocadinho a crista... Se o voto fosse obrigatório havia sempre a escapatória de votar em branco! Como é que sabem quem votou em branco se o voto é secreto? Já hoje, muitas pessoas adoptam essa estratégia: para não serem criticados e mal vistos por não terem votado, vão lá e votam em branco. Pronto, já ninguém os pode acusar de não terem ido votar!

Eu dei dois exemplos: o do meu vizinho, que era um idoso que se queixava da reforma baixa, quando tinha tido a hipótese de a ter mais alta. E o do padrasto do meu marido, que um dia, certamente, se vai queixar e que já hoje explora o Estado, pagando pouco de IRS (quando poderia e deveria pagar muito mais) e através dos escalões de Acção Social que a filha e o "neto" têm na escola...

Quanto à emigração (e é curioso ver uma pessoa que diz que não gostaria de emigrar, mas que gostaria de viver na Austrália... Eheheh)... Eu concordo contigo. Mas há pessoas que, na tua faixa etária (se fosse mais nova, seria o que eu faria e mesmo com a minha idade, se o meu marido tivesse saúde) que apesar de saberem que irão ter uma vida de escravatura , sem vida social, fazem esse sacrifício, na condição de ser uma situação temporária. Como vão ganhar 4 ou 5 vezes mais do que ganhariam cá, preferem fazer esse esforço por 4, 5, 6 anos e juntar um bom dinheiro (pois se ainda por cima, fazem uma vida casa-trabalho-casa) para quando voltarem construírem uma casa, comprarem um bom carro e depois já poderem levar uma vida mais pacata, sem terem de pagar renda nem prestação de casa... Um amigo do meu marido estava sempre a maldizer da renda da casa, que era para onde ia o quase todo o ordenado de um dos membros do casal (um T3, pois tinham um filho e uma filha pequenos e já pensavam que quando fossem maiores, não seria muito cómodo dormirem ambos no mesmo quarto) e dizia que, ganhando ambos o mesmo que ganhavam, se não tivessem que pagar renda de casa, viveriam razoavelmente. Resolveram emigrar para Inglaterra, onde fizeram uma vida miserável durante 5 anos. Quando voltaram, construíram uma boa casa a partir de uma casa em ruínas dos avós, compraram cada um o seu bom carro e agora, ainda que com empregos onde não ganham mundos e fundos, levam uma vida razoável e com vida social...

Ao fim e ao cabo, a tal vida miserável, foi o que levaram a vida inteira os emigrantes dos anos 70/80... Iam para França ou Alemanha ou Suíça (principalmente para França, pelo menos por aqui) e levavam uma vida casa-trabalho-casa... Lá iam a casa uns dos outros (porque emigravam vários casais da mesma terra) de vez em quando... Faziam trabalhos que se recusavam a fazer cá (como limpezas) porque lá, o que ganhavam compensava. A minha prima foi um caso desses (e é). Emigrou há mais de 30 anos para França (casou com 17 e foi logo, já tem 49), sempre naquela de voltarem ao fim de alguns anos, mas ainda por lá estão. Têm 2 filhos, a filha com 26 e o filho com 19 e dizem que, ao princípio juntaram bom dinheiro, mas agora já não e dizem que só não vêm já de vez porque não iam encontrar cá trabalho e , já agora esperam pela reforma. Já têm uma boa casa cá e um bom pé de meia no banco, mas agora dizem que já não conseguem juntar dinheiro nenhum... Só estão à espera da reforma. Quando lhes perguntei porque é que já não conseguem juntar dinheiro, ela respondeu-me "Olha, por um lado porque a crise já existe por todo o lado. Os preços estão muito altos... E por outro lado porque enquanto os moços foram pequenos, e ainda mais antes deles nascerem , podíamos fazer uma vida de sacrifício. Nunca saíamos, comíamos comidas baratas, muitas vezes uma batatas fritas com um ovinho estrelado... A roupa comprava-se em saldos, em outlets... À medida que os moços foram crescendo, isso foi cada vez mais difícil... Os moços não querem fazer a vida que nós fizemos ao princípio. Querem comer bem, vestir bem, sair..." Ora, pois claro! Os miúdos (no Alentejo e Algarve é muito comum os pais dizerem "moços") nasceram lá, andaram lá na escola, fizeram lá amigos... Querem lá fazer uma vida de sacrifício como os pais fizeram?

Um tio do meu marido, que também é dessa faixa etária (é o irmão mais novo do meu sogro) esteve uns anos na Suíça, depois achou que já chegava, voltou, também construiu uma boa casa. Agora tem um café e a mulher trabalho no Continente, as filhas já são adultas e já estudaram cá... Mas outros, como a minha prima, foram-se deixando ficar... São opções...

Ver perfil do usuário

330 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Ter Jul 08, 2014 4:27 pm

Magy

avatar
Nível 2
climatico escreveu:
Zapping escreveu:
Magy escreveu:

O Zapp podia oferecer um curso de escrita criativa aos foristas... Eu também quero! Íamos todos!  I love you  Pensem nisso!
Esses que andam para aí não valem nada. Mas já houve uns bem jeitosos. Aproveitassem  unftp 

Onde e quando?
Eu não soube de nenhum. Se calhar ainda não tinha idade! assobio 
O que é que me escapou aqui??


_________________
Ver perfil do usuário

331 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 1:27 pm

Free Live

avatar
Nível 2

Ver perfil do usuário

332 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 1:44 pm

Magy

avatar
Nível 2
Ui ui... O que virá daí!


_________________
Ver perfil do usuário

333 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 1:45 pm

Nossa

avatar
Nível 2
Espero que a entrevista não seja ao irmão.  Cool 


_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
Ver perfil do usuário

334 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 1:52 pm

Manuel96

avatar
Nível 2
Que medo Shocked

Ver perfil do usuário

335 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 2:08 pm

São

avatar
Nível 2
Nossa escreveu:Espero que a entrevista não seja ao irmão.  Cool 

É melhor estares calado, senão ainda és banido... Pelo irmão... Laughing Laughing Laughing

Ver perfil do usuário

336 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 4:24 pm

Pedrosic

avatar
Nível 2
São escreveu:
Nossa escreveu:Espero que a entrevista não seja ao irmão.  Cool 

É melhor estares calado, senão ainda és banido... Pelo irmão... Laughing Laughing Laughing

*e tem 6 anos.


_________________
Ver perfil do usuário

337 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 8:02 pm

REBL95

avatar
Nível 2
Você são mauzinhos!!! Shame on You!! ALL OF YOU!!  Evil or Very Mad

gozo

Ver perfil do usuário

338 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 8:05 pm

Free Live

avatar
Nível 2

Ver perfil do usuário

339 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 8:34 pm

REBL95

avatar
Nível 2
Grande Nunito.. Excelente entrevista! Smile

Não sabia que querias ser ator Smile I like it too!  Twisted Evil  Faço teatro, mas só amador Laughing

Boa sorte nos estudos e um beijinho à Larita Razz

Ver perfil do usuário

340 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 9:00 pm

São

avatar
Nível 2
Está gira a entrevista. Gostei da forma como defende o nosso país Smile

Ver perfil do usuário

341 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 9:00 pm

Manuel96

avatar
Nível 2
Investe nisso de ser actor. Aproveita as ferias. Não tens nada a perder !

O Nuno ainda vai ser uma estrela das novelas belgas !

Ver perfil do usuário

342 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 9:05 pm

Nuno

avatar
Nível 2
Aqui não há novelas. Cool Mas posso inventá-las na Bélgica. Twisted Evil

Ver perfil do usuário

343 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 9:11 pm

Pipoca5

avatar
Nível 2
Na Bélgica não existem novelas?!?!

Ver perfil do usuário http://diariodeumapipoca.blogspot.pt/

344 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 9:47 pm

Nuno

avatar
Nível 2
Não. Laughing

Ver perfil do usuário

345 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 9:50 pm

Magy

avatar
Nível 2
Boa entrevista. Parabéns Nuno e Parabéns a quem fez as perguntas! Smile

Também gostei da forma como defendes o nosso país. Há tantos emigrantes que vão e deixam de se importar...


_________________
Ver perfil do usuário

346 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 10:20 pm

Pedrosic

avatar
Nível 2
Nunca percebi bem porque detestas assim tanto a Bélgica, talvez porque tu próprio não consegues explicar.  Suspect
No entanto boa entrevista, e obrigado pela farpa.


_________________
Ver perfil do usuário

347 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Jul 14, 2014 10:31 pm

Nossa

avatar
Nível 2
Mais um para a trip até à Austrália. Cheira-me que isto vai-se mesmo realizar.  Laughing 


_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
Ver perfil do usuário

348 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Ago 04, 2014 11:05 am

Pipoca5

avatar
Nível 2

Ver perfil do usuário http://diariodeumapipoca.blogspot.pt/

349 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Ago 04, 2014 11:10 am

Magy

avatar
Nível 2
Aquele avatar ali é maravilhoso! xD
Vai ficar para a posterioridade!


_________________
Ver perfil do usuário

350 Re: 2ª Feira - A Olho Nu em Seg Ago 04, 2014 11:14 am

Nossa

avatar
Nível 2
Oh meu deus!  Laughing 


_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Publicidade



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 14 de 17]

Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15, 16, 17  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum