Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Produção Exclusiva [4ª Semana]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

O que estás a achar do Produção Exclusiva? Dá uma nota de 0 a 5.

8% 8% [ 1 ]
23% 23% [ 3 ]
15% 15% [ 2 ]
15% 15% [ 2 ]
38% 38% [ 5 ]
Total dos votos : 13

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 4 de 5]

76 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 12:46 pm

LV

avatar
Nível 2
Magy escreveu:
lvigario escreveu:Eu estou no penúltimo e estou a dar em louco.
Já estou nisto à duas horas.
Bem-vindo! Smile

Para a semana acabam-se os testamentos! Twisted Evil
Graças a Deus.
Embora eu esteja a gostar, mas perde-se mesmo muito tempo.

Ver perfil do usuário

77 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 1:29 pm

Manuel96

avatar
Nível 2
Esta semana foi um exagero de núcleos . Não tive mesmo paciência para ler

Ver perfil do usuário

78 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 2:00 pm

Samuel

avatar
Nível 2
Quanto é que vocês são pagos à hora? xD

Os próximos temas vão ser interessantes. Smile


_________________

https://www.facebook.com/susanafelixfas/?fref=ts
Ver perfil do usuário

79 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 5:14 pm

Nuno

avatar
Nível 2
É um jantar de convivio no fim do concurso, Samu. Sad

Eu não sei se vou conseguir ter tudo pronto às 18:00 porque tive uns problemas de internet à bocado quando cheguei a casa.

Ver perfil do usuário

80 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 5:27 pm

Magy

avatar
Nível 2
Eu aviso já que eu leio e avalio por ordem alfabética (porque é assim que o pc guarda os ficheiros). Por isso, é provável que notem diferença dos primeiros para os últimos comentários. Mas garanto que, apesar dos comentários finais estarem mais leves, eu li tudo e avaliei justamente, pelo que li. Só não tive paciência de escrever tudo. Sorry. Mas posso fazê-lo depois de publicadas as pontuações, caso tenham alguma dúvida.

Eu acho que houve pessoas que exageraram muito nos novos personagens. Pediam-se os núcleos importantes, não as personagens recorrentes. Muito do que li eram isso mesmo: personagens recorrentes, importantes para alguns núcleos e algumas histórias, mas não suficientemente importantes para terem destaque no desafio.
Podem ver nas apresentações/sites das novelas que só são apresentadas aquelas personagens que aparecem sempre e que são importantes para o desenrolar da história. Há muitas outras que estão nas novelas porque são precisas para completar vários pontos, mas não essenciais (se não fosse a Ana, podia ser a Joana). Tipo, em OBDE, há uma personagem que é a empregada da lavandaria. Não há perfil dela no site nem nas apresentações da novela. A moça faz falta para completar o núcleo, mas não é importante. A história corria na mesma sem ela. Não houve essa distinção da vossa parte.

Acho, sinceramente, que abusara na informação. Tentaram compensar as falhas dos núcleos anteriores, mas acabou por ter muita informação desnecessária, que já se sabia dos outros núcleos.


_________________
Ver perfil do usuário

81 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 5:43 pm

tvimagazine

avatar
Nível 2
As minhas apreciações são muito gerais. Não fiz um textinho para cada sinopse ou perfil, por isso... a minha opinião foi muito básica e simples.


_________________
TUMBLR | TOP5: A Outra > Ninguém Como Tu > Fascínios > Ilha dos Amores > Tempo de Viver | TUMBLR
Ver perfil do usuário

82 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 5:43 pm

Samuel

avatar
Nível 2
Pessoalmente, não estou à espera de uma pontuação fantástica esta semana.


_________________

https://www.facebook.com/susanafelixfas/?fref=ts
Ver perfil do usuário

83 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 5:46 pm

Nuno

avatar
Nível 2
O vencedor vai mandar o salário aos jurados. Sad

Ver perfil do usuário

84 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 6:10 pm

Fabien

avatar
Nível 2
Eu enganei-me num nome e isso baralhou muito jurados e isso vai fazer com que a minha pontuação seja a mais pequena. Sad de todos os meus desafios se aquele nome tivesse sido emendado a tempo a história mudava por completo.

Ver perfil do usuário

85 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 6:38 pm

Magy

avatar
Nível 2
Enganaste?


_________________
Ver perfil do usuário

86 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:00 pm

Nuno

avatar
Nível 2
Oi pessoas!

Hoje revelo as pontuações dos desafios desta semana, do tema....



Vamos recapitular os métodos de avaliação:


Júri: A cada concorrente, cada jurado dará uma pontuação de 0 a 10 a cada sinopse, e
uma pontuação de 0 a 10 às descrições dos personagens. Num total, para cada cada jurado de 0 a 20. No total o júri dá uma pontuação de 0 a 80 a cada concorrente, visto que há 4 jurados.


Público: O público vai votar através de uma votação exterior, depois as pontuações serão convertidas de 0 a 20. Exemplo: Recebi 17 votações, o concorrente A recebeu 10 votos pelo seu desafio, depois vou converter da seguinte maneira, 10:17 = 0.6 ; 0.6 x 20 = 12.


Vamos começar pelas pontuações das sinopses dos núcleos secundários:


climatico:
Sinopses:
Núcleo Quinta da Patrícia – Casa

Sinopse: Na família Monteiro Marques, o patriarca, Manuel, junto com a sua esposa Cecília, educam os seus filhos para conseguirem ser alguém na vida, mas no dia de casamento de Margarida, uma das filhas, tudo é alterado, e Manuel e Cecília percebem finalmente o que eles desejavam para os filhos não vai acontecer. Margarida, desde esse dia vive obcecada por poder vingar-se do irmão, por este tê-la feito passado a maior vergonha perante toda a vila. Margarida irá contar aos pais que Carlos é homossexual, o que revolta ainda mais Manuel que segue a doutrina de Salazar.
Carlos, ao assumir a sua condição, irá mudar-se para casa de António, amigo de Manuel. Manuel corta relações com António, que tentará mostrar ao amigo que ele está errado. João, o militar, estava decidido a contar a relação que mantém com duas raparigas, mas depois de ver a sua família desmoronar-se, opta por manter-se calado, tentando apoiar o pai. Contudo, compreende o irmão, o que leva a chocar com Margarida, que vê em João outro alvo a abater.
Quem se une a Margarida é Tomás, o ex-noivo, que só pensando no dinheiro é capaz de tudo, até matar a própria família e envolver-se com Carlos para conseguir ficar com a Quinta da Patrícia. Laura, foge para Lisboa sem que os pais saibam, levando Manuel a dizer que: “Filha só tenho uma, é a Margarida”. Por outro lado, Cecília, embora do lado do marido (duas vezes “lado” muito próximo, podia ser “embora apoie o marido” ou então substituir “por outro lado” por outra coisa) coloca um detective a seguir os passos da filha.

Núcleo Quinta da Patrícia – Hotel

Sinopse: No Hotel Rural Quinta da Patrícia, Alexandre Folgado passa os dias a inventar mil e uma formas de trazer clientes para o Hotel, com promoções, ofertas e presença nos órgãos de comunicação social. Como bom diretor, ajuda em tudo e está sempre a chamar à atenção a Albertina por todos os seus percalços. Não consegue é disfarçar o desconforto que tem por Custódia e Conceição que, embora façam o seu trabalho, são um pouco calaceiras e nos dias de menor afluência tenta sempre dar-lhes algum trabalho extra. Estas, percebendo isso, e depois de fazer vudu com Albertina, irão usar a mesma táctica com o diretor, que vai passar por algumas situações caricatas. Contudo, ao descobrir o porquê destas situações, através do alegre e trabalhador cozinheiro, Marco Costa, vai, com ele, criar um plano para as manter ocupadas durante todo o tempo.
Albertina, a desastrada de serviço, irá partir muitos copos mas, além disso, tentará sempre dar o seu melhor ao Hotel, agradecendo assim o apoio do diretor. Irá descobrir que as irmãs metralha praticam vudu contra ela e que ambas andam de funeral em funeral a angariar algum dinheiro extra para pequenas cirurgias plásticas, o que trará um trunfo para Albertina que o saberá usar a seu favor para que a sogra não a atrapalhe na hora de tentar ter um filho com o seu mais que tudo Porfírio.
Quem está sempre no Hotel é Margarida que pretende ficar a tomar conta desta unidade hoteleira, no lugar do diretor Alexandre. Para isso irá tentar convencer o pai, Manuel, que está mais do que preparada para assumir o comando do Hotel, coisa que o pai não quer, por confiar plenamente em Alexandre. Não convencida, Margarida irá sabotar alguns eventos no hotel, irá pedir a amigos que façam algumas reclamações, para assim o pai perceber que algo vai mal. Contudo, eficiente, Alexandre, com a ajuda de Marco, vai conseguindo livrar-se das acusações.

Núcleo Lisboa

Sinopse: Laura e Patrícia vêm para Lisboa à procura de realizar os seus sonhos, mas na capital irão seguir caminhos diferentes. Laura quer estudar designer e trabalhar a desenhar modelos de vestidos. Patrícia quer subir na vida a todo o custo e não olha a meios para atingir o fim, acabando na vida da prostituição, que lhe trará muito dinheiro.
Quando chegam a Lisboa, as amigas passam nos Pasteis de Belém. Aí conhecem André, um jovem desportista por quem Laura fica encantada. Mais tarde, os dois acabam por se cruzar enquanto fazem uma corrida no Parque das Nações e André decide abordar Laura, iniciando aí uma conquista pela filha mais nova dos Monteiro Marques, que não será vista com bons olhos na vila pelos pais dela, já que tinham sonhado para ela um pretendente com mais estudos. O amor de Laura e André terá ainda outro contratempo, Margarida, a irmã mais velha que não quer que Laura se case primeiro que ela, acabando por estragar o vestido de noiva no dia anterior ao casamento de Laura.
João conhece Sandra numa manifestação. Os dois acabam por se envolver, primeiro de forma física, pois ambos não se sentem preparados para assumir uma relação. Mas João, cada vez mais, passa tempo em casa de Sandra, acabando por conhecer a amiga Inês. Numa noite de trabalho de Sandra, Inês e João acabam por se envolver. No dia seguinte nenhum dos dois sabe o que fazer, se devem ou não contar a Sandra. Mas Sandra, num dia, diz a João que quer
fazer um menáge à trois e que até já encontrou a pessoa indicada: a Inês. Surpreendido, os dois têm que ganhar coragem para falar com Inês e propor este “negócio”. A partir daí, em que acontece esta relação a três, João confessa a Sandra que já se envolveu com Inês, e na manhã seguinte é Inês que conta à amiga o que aconteceu. Apesar de Sandra ficar triste e de sair de casa, volta à noite, e conversam com calma, decidindo assumir uma relação a três. Mas nem tudo é um mar de rosas, pois ninguém sabe como será a reação das famílias, sociedade, trabalho.

Núcleo Vila

Sinopse: Na pacata vila de Redondo, no Distrito de Évora, vive a Família Monteiro, que é liderada por Constança. Ela é mãe de Urbano, casado com Esperança, e de Porfírio, que está junto com Albertina. Constança tenta a todo o custo que Albertina e Porfírio se separem e tenta arranjar o casamento deste com a tímida Mariazinha, até ao dia em que descobre que esta solteirona é uma mulher que satisfaz as fantasias sexuais mais estranhas dos homens da região. A partir daí Constança, Conceição e Custódia irão infernizar a vida de Mariazinha.
A mulher de Urbano, Esperança, que é muito apreciada pela sogra, e amiga de Mariana, vê a sua vida alterar-se quando Constança descobre que ela não quer ser mãe. Com o fecho do Tribunal de Redondo, onde o marido trabalha, irá começar a lutar pelos direitos do povo e, para isso acaba candidata à presidência da Câmara. Do outro lado, estará o atual presidente, que terá o apoio da sogra, já que esta irá tentar, através de estratagemas políticos, não deixar a nora entrar neste mundo, dedicando-se apenas à família. Já Urbano, apoiará a mulher nesta luta, mas com o fecho do Tribunal irá acabar por ter que ir trabalhar para Évora, onde passará
a semana e, ausente, não acreditará no que a mãe faz a Esperança. Esta terá assim de lutar para conseguir manter o casamento e singrar na vida política.
No dia da despedida de solteiro de Margarida, Simão, um jovem, ex-namorado de Mariana, aparece na vila para tentar reatar o namoro com ela. Mariana, contudo, mostrar-se-á sempre irredutível. Os dois discutem e, de forma a salvar a amiga, Margarida acaba por o matar. Com o seu sangue frio, ela e Mariana, irão enterrar o corpo, jurando que nada nem ninguém irá saber do sucedido. Mariana a partir desse dia sofre com o que fez e, ao saber que a amiga quer fazer o irmão, Carlos, fica ainda mais transtornada, querendo contar tudo à polícia,. Como Margarida não aceita, Mariana acaba morta para não poder interferir nos planos de Margarida.

Núcleo António

Sinopse: Na casa de António e da esposa Lurdes, vive o filho José e a filha Patrícia, que sempre desprezou Lurdes por ser uma dona de casa dependente do marido. Mas com a partida de Patrícia para Lisboa alguns pilares da casa tremerão. No dia do casamento de Margarida, Carlos também se liberta do hábito de padre e assume a sua homossexualidade. Escorraçado de casa pelo pai, Manuel, é António que lhe dá guarida. Aqui a amizade antiga dos dois ficará abalada e o objectivo de António passa por mostrar a Manuel que o facto de Carlos ser homossexual é algo natural e não uma doença. Nesta fase, também Carlos passa por alguns conflitos interiores, mas aqui terá o apoio de José, filho de António, que será um pilar na vida de Carlos, e com quem se acabará por envolver.
Lurdes sofre, em casa, com a partida da filha para Lisboa. Mas está sempre ao lado dela para a apoiar. Lurdes sofre ainda de uma crise de meia-idade, quando se dá conta de que já não gosta do marido, António. A partir daqui, Constança, que sempre foi apaixonada por António, tentará separá-los, mas tudo o que fará só tornará a relação de Lurdes e António mais forte e cheia de amor. Por outro lado, a mulher de António irá sempre amparar Carlos e a sua relação com o seu filho José, apesar desta relação ter que passar por toda uma vila com mentalidade fechada.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 8/10
Justificação: Acho extremamente interessante a história das irmãs metralha que fazem vudu, parecem-me uma âncora essencial para o núcleo cómico e este novo pormenor: “andam de funeral em funeral a angariar algum dinheiro extra para pequenas cirurgias plásticas”, fez-me apaixonar ainda mais pelas personagens. Parabéns, grande originalidade. Acho que tem ingredientes q.b. para que tenha uma articulação agradável. Acho que aborda temas interessantes e que fazem parte da agenda do dia, como é o caso da homossexualidade, que cada vez mais deve ser “educada” para que as mentes começam a ver esta orientação sexual com toda a sua naturalidade. Contudo, acho que atar o ex-namorado de Mariana é um pouco excessivo, embora seja um bom twist.

Magy:

Nota: 10/10
Justificação: Bom, no que toca à família Monteiro Marques, não nos dás nenhuma novidade. Mas também se percebe que já não há mais novidades para dar, afinal são personagens repetidas. Fiquei bastante curiosa e interessada no núcleo do Hotel. Acho que tem tudo para vingar. Apesar de a sua maioria já ter sido apresentada, ficámos a conhecer os outros elementos que equilibram a balança. Gostei bastante do facto do Alexandre e do Marco conseguirem contrariar as maldades da Margarida e das irmãs metralha. Acho que as novelas pecam muito por nunca haver um contraponto aos vilões durante a história. Eu gosto que haja, torna tudo mais real. Finalmente ficámos a conhecer melhor a história do João e de como ele começa a relação a três. Estou curiosa para saber que rumo íntimo darias a este trio. Uma relação a dois é, por vezes, complicada, nem quero imaginar a três. Não explicas bem esse rumo, é uma pena. Quanto à Laura e ao André, acho que é só mais uma história de amor proibido. Faz falta numa novela, claro. Finalmente ficamos a saber de é que o tão falado corpo enterrado. Confesso que estava à espera de algo mais wooow! Confesso que já estou cansada da Constança. Que mulher chata! Ah, afinal o Carlos vai encontrar o verdadeiro amor! Que lindo! Acho bastante interessante que as maldades da Constança aproximem o António e a Lurdes, em vez de os afastares. Normalmente não é assim que acontece nas novelas, por isso, ainda bem que contrarias.

Nossa:

Nota: 8/10
Justificação: Este português podia estar muito melhor. Adiante! Adoro o facto de abordares os ensinamentos de Salazar, que ainda é frequente na população mais velha. O núcleo da Quinta da Patrícia parece-me um pouco um núcleo à parte, mas é dos núcleos que mais gosto... dava perfeitamente para construir uma história a partir daqui. Gostei bastante da relação poligâmica, algo pouco ou nada abordado em televisão e que é um tema interessante. Quanto ao núcleo da vida, demonstra imenso um ambiente de uma pequena vila e pode dar azo a umas cenas engraçadas.

tvimagazine:

Nota: 7/10
Justificação: Fiquei muito confuso com todas as sinopses. Acho que há demasiadas personagens seguidas, cheias de vírgulas e sem espaço para respirar. Ainda assim, destaco o núcleo António, pois toca no tema principal da novela e deu-me vontade de voltar a ler.
Usou o novo acordo ortográfico, mas eu encontrei "táctica", "objectivo" e "recepção". Para além de algumas palavras que foram "comidas". Atenção...

Fabien:
Sinopses:
Núcleo Peixoto

Sinopse: Gertrudes Peixoto é casada com Luís Peixoto há 35 anos e gostam muito um do outro. São um casal muito apaixonado e bem à moda portuguesa. Não gostam de papas na língua e tudo o que têm a dizer é na hora. Gertrudes trabalha na empresa ArtiCultura como costureira. O marido já é reformado e gosta de passar os tempos livres no largo de Castro Verde a jogar às cartas com os amigos. O casal vive no centro da vila e são vizinhos de Rosa Pereira. Gonçalo Peixoto é filho de Gertrudes e Luís, trabalha como secretário de Luísa Durão Castro na empresa ArtiCultura e é muito organizado e seguro de si mesmo. Quem o vê trata-o como um autêntico doutor. Quer subir na vida e não gosta muito da sua família. Marlene Pereira (núcleo cómico) está apaixonada por Gonçalo e faz de tudo para que este lhe dê atenção. Gertrudes não aceita o relacionamento e diz ao seu filho que Marlene é de muito baixo nível. A mãe de Gonçalo quer que este case com Teresa, pois ela é uma autêntica senhora e tem um nível adequadíssimo para ele. A família Peixoto vive bem. É uma família divertida que não passa dificuldades e que se relaciona muito bem com a família Pereira. Uma notícia vai abalar por completo Gonçalo Peixoto. O jovem é diagnosticado com Diabetes. Mas, a família de Gonçalo leva tudo aquilo na brincadeira e as aventuras vão continuar com Marlene e Teresa à mistura. Já Rosa percebe o que se está a passar, mas a sua falta de memória leva-a a crer que o jovem tem um cancro e vai estar constantemente a avisar Gertrudes e Luís de que Gonçalo tem de fazer quimioterapia. Todas as semanas a senhora Rosa inventa uma doença para o rapaz e Marlene vai na conversa da mãe. Teresa está cada vez mais próxima de Gonçalo. E Gertrudes vê tudo aquilo com bons olhos, embora o rapaz, com a sua doença, veja em Marlene a sua fonte de forças e ali nasce uma enorme paixão. Luís Peixoto incentiva o filho para o casamento e Mário Pereira incentiva a filha, Marlene, para a gravidez. As duas famílias vão andar numa autêntica cratera de aventuras.

Núcleo Fragoso

Sinopse: Irene dos Santos Fragoso é uma excelente dona de casa. É casada com Albano dos Santos Fragoso. O casal vive perto do campo e a alguns metros do largo de Castro Verde. Irene trabalha como coordenadora da fábrica ArtiCultura. Albano é um dos trabalhadores da fábrica e encarrega-se da parte dos móveis e decoração. O casal teve dois filhos. Um primeiro chamado Márcio dos Santos Fragoso e uma segunda chamada Camila dos Santos Fragoso. A jovem trabalha, também, na fábrica como costureira e partilha muitas das ideias com a sua colega Gertrudes Peixoto. Irene e Albano são despedidos, pois já estão com uma idade um pouco avançada e vão dar lugar a pessoas mais novas e que são mais entendidas no assunto. O casal fica destroçado com a notícia e a única que pode salvar a família da miséria é Camila. Márcio fica preocupado com a situação da família e decide emigrar para a Suíça, onde viria a trabalhar durante dois anos (de 2012 a 2014). Após 2 anos de trabalho, Márcio regressa a Portugal e vê que a família está em ótimas condições e que não passou quaisquer dificuldades. A família tenta explicar tudo o que aconteceu a Márcio e que toda a mobília nova que foi posta na casa foi uma oferta feita pela ArtiCultura. Márcio Fragoso não acredita nos pais e acusa-os de terem usado o seu dinheiro para toda aquela remodelação. Camila Fragoso fica preocupada com o irmão e diz-lhe que ele tem de ir ao hospital para ser analisado, pois o seu estado comportamental é preocupante. Márcio não aceita fazer exames. Num dia à noite, Márcio Fragoso leva o pai até ao jardim e mata-o. Leva, depois, a mãe para o pinhal e deixa-a abandonada. Camila faz o funeral para o pai e dá a sua mãe como desaparecida. Culpa o irmão pelo que ele fez e interna-o clínica Bem Estar. Márcio é examinado e sofre de um transtorno compulsivo que o faz revoltar-se contra tudo e todos. Depois de saber que o irmão ameaça todos os doentes da clínica, Camila retira-o do hospício antes que ele cometa uma loucura. É abusada sexualmente pelo irmão vezes sem conta. Irene foi encontrada em péssimo estado por um polícia da vila, Leonardo Pires, que cuidou dela durante 6 meses. Irene Fragoso disse a Leonardo que guardasse segredo e que nunca dissesse à família onde ela estava. Após meio ano, Irene regressa a casa e reencontra o filho. Márcio não vê com bons olhos o regresso da mãe e faz explodir a casa levando à morte de Camila, Márcio e Irene.

Núcleo Pires

Sinopse: Carla Pires é diretora de marketing da empresa ArtiCultura e é casada com Nuno Pires, um homem muito dado e que tem uma mercearia no centro de Castro Verde. A Mercearia Pires é usada por todos os habitantes da vila e muito frequentemente por Irene Fragoso, que tem um pequeno fetiche Nuno. A casa do casal fica perto da mercearia. Carla e Nuno são vizinhos de Tomé Azevedo e têm três filhos e dois netos. Olívia Pires foi a primeira filha do casal. Nasceu com claustrofobia e isso preocupa-a muito, o que a faz ir frequentemente ao psicólogo. Vive com a mãe por não ter poses de viver sozinha com o filho Tobias, que nasceu com paralisia motora. Leonardo Pires foi o segundo filho de Carla e Nuno e ainda vive com os pais. É o polícia da vila e certifica-se de que tudo é feito em condições e que não há quaisquer mal entendidos. Vive com a mãe e é solteiro, digamos, ainda é o bebé da mãe. Encontra Irene Cruz na rua em péssimo mau estado. Leonardo tenta avisar a família, mas é impedido por Irene. Então o jovem polícia leva Irene Cruz para casa e é bem recebida por toda a família, tornando-se a empregada do casarão. Paula Pires foi a última filha do casal e vive com o marido, Rodrigo Pires, na casa dos pais, por não ter, ainda, conseguido arranjar casa. É cirurgiã plástica na Clínica Bem Estar. Paula tem um passado muito triste. Quando engravidou pela primeira vez era menor de idade, então quando o filho nasceu os pais desta tiveram de o colocar numa instituição para adoção. Paula nunca mais soube nada do filho. Quando casou com Rodrigo recebeu a trágica notícia de que o marido era estéril, então teve de partir para a adoção. Paula e Rodrigo adotaram uma menina angolana, Lurdes. O que Paula Pires não sabe e que na Clínica onde trabalha recebe o caso de Tiago Castro, que quer mudar de sexo. Tiago é o seu filho biológico. Rodrigo Pires trabalha na fábrica que produz para a empresa ArtiCultura, na parte de confeção de móveis. Esta é uma família recheada de tradições e de cultura.

Núcleo Azevedo

Sinopse: Tomé Azevedo é um velho escritor que decidiu acabar com a carreira e dar mais atenção às gentes de Castro Verde. Ele mora com a esposa, Isabel Azevedo no centro da vila e tem uma taberna, Taberna do Tomé. Vai descobrir que sofre de Esclerose Lateral Amiotrófica e vai ser seguido pela médica Dalila Azevedo. O casal é muito unido e tem dois filhos. Diogo Azevedo foi o primeiro filho. É um médico dentista que trabalha na clínica Bem Estar. Recebe muitos casos por dia e gosta muito daquilo que faz. Diogo é um autêntico sedutor e nos corredores da clínica todas lhe fisgam o olhar. Lúcia Azevedo foi a segunda filha de Tomé e Isabel. Trabalha na clínica como médica. Concilia o trabalho da clínica com as missões dos Médicos sem Fronteiras. Não gosta de amizades no trabalho e é muito exigente naquilo que faz. É a diretora da clínica. Não pensa ter filhos tão cedo, mas espera encontrar um homem à sua altura. Isabel Azevedo trabalha na empresa ArtiCultura como diretora do departamento financeiro em conjunto com Gustavo Durão Castro. Gosta muito de ir para o largo da vila conversar com as amigas, principalmente, com Gertrudes Peixoto. Leonardo Pires, polícia da zona, tem uma pequena paixão por Isabel esta reconhece esse amor, mas não lhe dá corda. Tomé começa a perceber essa paixão e ameaça Leonardo dizendo que se ele continua a fisgar Isabel coloca-lhe um processo por negligência no trabalho. Diogo Azevedo fica com o cargo da irmã com esta tem de partir em missão para a Nigéria. Este vai tentar subir as contas da clínica, mas percebe que não tem capacidades e vê que o estabelecimento pode estar perto da falência e com isso fechar portas e despedir imensos trabalhadores. Lúcia parte em missão para a Nigéria, mas, infelizmente, é infetada pelo vírus do Ébola e regressa a Portugal para ser tratada num Hospital especializado. Tomé recebe, diariamente, muitos clientes e grandes amigos, seus. Passa muitos bons momentos na taberna e quer o bem da família. Não gosta de falsidade e no seu local de trabalho são, muitas vezes, comentados temas polémicos, como a homossexualidade ou a transexualidade. Esta família é uma das muitas de Castro Verde, mas, mais que tudo, muito inteligente e honesta.  

Núcleo Clínica Bem Estar

Sinopse: A clínica Bem Estar situa-se perto do largo de Castro Verde e recebe muitos casos do dia-a-dia. Lúcia Azevedo é a diretora da clínica que tem o apoio do estado. Este estabelecimento divide-se em três partes. A parte de tratamento dentário em que são vários os dentistas. Diogo Azevedo é dentista e tem a seu lado mais uma grande dentista que é muito sua amiga, Palmira Valério. A segunda parte é especializada em casos psíquicos. Elisabete Reis é a psicóloga more e tem em mãos o seu mais recente caso, o tratamento da Claustrofobia a Olívia Pires que lhe provocam crises de nervos e crises de ansiedade. Alberto Reis é irmão de Elisabete e é psiquiatra. Vai receber o caso de Márcio Fragoso que sofre de um transtorno compulsivo. A última divisão da clínica é destinada a consultas de rotina, mas especialmente em cirurgias plásticas. Paula Pires é uma das cirurgiãs desta divisão e tem o apoio de um grande médio cirurgião, Ulisses Figueiras. Os dois são os únicos cirurgiões plásticos da clínica. Lúcia Azevedo e Dalila Azevedo são as únicas médicas que fazem as consultas de rotina aos habitantes de Castro Verde. Um utente muito regular é Tobias Pires que sofre de uma doença motora e é acompanhado por Dalila Azevedo. Inicialmente, esta clínica só tratava problemas psíquicos, mas, mais tarde, foi ganhando sucesso e abrindo mais especialidades. É um estabelecimento pequeno que consegue satisfazer todas as necessidades dos habitantes de Castro Verde. Muitas coisas se vão passar nesta clínica, desde despedimentos, desempregados, desentendimentos, amores e desamores, entre muitas outras coisas. A rececionista, Luana Barbosa, é uma atiradiça e não vai deixar fugir o seu médico preferido, Diogo Azevedo. Esta clínica vai ter um papel fundamental na história, pois é o núcleo que mais ação vai dar à história e esperam-se muitas emoções neste estabelecimento.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 5/10
Justificação: O núcleo Peixoto e o núcleo Pereira são muito parecidos e honestamente ainda não consegui perceber o porquê dos Pereira serem núcleo cómico, visto que (mediante a tua descrição) são “tão engraçados” quanto os Peixoto.A história de amor Gonçalo e Marlene parece-me bem e é interessante que os pais vão se sobrepor às mães para que a relação resulte, o que é algo diferente e original. As personagens são demasiadamente homogéneas, o que acaba por ser difícil até para conseguir distingui-las, são famílias de aldeia, que trabalham praticamente todas nos mesmos sítios, com os mesmo interesses e têm todas dois filhos. Não sei até que ponto seria simples de articular, uma personagem que mata o pai e a mãe, porque tem um transtorno, com uma aldeia pacata, com pessoas muito homogéneas. Parece-me que quiseste ser ambicioso [o que resultou com a personagem de Mário], mas isto pode resultar numa novela mal estruturada, porque ou a novela é dark podendo contar com um núcleo cómico na mesma, para ajudar o público a digerir todas as maldades, ou então é light, na qual não pode assistir um vilão que é capaz de as piores fatalidades como matar os próprios pais, ameaçar tirar a vida a outras pessoa e abusar sexualmente a sua irmã. Todavia, o regresso de Irene parece-me uma boa reviravolta. Os Pires são uma lufada de ar fresco e trazem um bom tema para ser colocado em discussão na atualidade da sociedade, as pessoas com dificuldades motoras. Além disso são todos essenciais, porque são os chefes de tudo, o que levanta algumas questões quanto a veracidade e a probabilidade disto acontecer, mas vou fechar os olhos a isso. O twist de Tiago e Paula é incrível, seria uma excelente personagem principal, muito mais interessante que a personagem de Luísa, se te tivesses centrado só nestas personagens + a personagem de Márcio, terias uma novela muito mais interessante e muito mais urbana (no sentido de ser crua), embora se passe numa vila. Aproveitaste o hype em torno da ELA, para criares uma personagem que sofre dessa doença, o que me pareceu uma ideia original e interessante. Depois voltas a estragar tudo pela Lúcia contrair Ébola, porque cai na redundância, já são duas personagens a contrair uma doença “do momento”. Em suma, a novela cai dentro de várias redundâncias, famílias muito iguais, com o mesmo número de filhos, que contraem doenças que têm figurado nas agendas noticiosas, etc… [Ps: Falo de ti no comentárioao Johnman]

Magy:

Nota: 6/10
Justificação: Acho que esse núcleo Peixoto é um bocado contraditório… Se a Gertrudes e o Luís são tão boa onda, como é que ligam tanto a aparências? Ok, a Rosa pode ter falta de memória (vocês adoram falar destes temas de forma leviana), mas daí à Marlene “ir na conversa da mãe”… Enfim… E porque é que a diabetes cai como uma bomba na família? Ok, não é para se brincar, até porque há diferentes níveis de diabetes. Mais uma vez, temas interessantes e importantes, tratados de forma leviana. O despedimento da Irene e do Albano, nos dias de hoje, não é coerente. Hoje em dia é mais barato ficar com os trabalhadores antigos do que empregar trabalhadores novos e qualificados. Se me dissesses que seriam despedidos por contenção de custos, eu aceitaria melhor. E diz-me uma coisa, que eu nunca percebi, se o Márcio emigrou para ajudar a família, porque raio fica zangado quando regressa e percebe que “hipoteticamente” ajudou a família? Não faz sentido. Se o objectivo era dar melhores condições à família, porque raio ele vira louco ao perceber que o objectivo foi cumprido? Então e ele não era internado num lar? Agora é uma clínica? Outra coisa, melhorar a condição da família é só, e apenas, remodelar a mobília? Uau, os meus pais compraram umas estantes novas… O meu nível de vida subiu! Já agora, há uma coisa que se chama Google, onde podias ter pesquisado sobre “transtornos compulsivos” antes de teres dito que a raiva e o ódio do Márcio tinham essa causa. Para além de tudo isso, o Márcio e toda a sua fúria continuam a não me convencer. Ele mata os pais e enlouquece só porque sim. Não há um motivo plausível. Então e achas que a Irene consegue manter-se 6 meses escondida na casa de uma família tão conhecida? Ei ei… Então a Clínica Bem Estar alberga loucos e ainda faz cirurgias plásticas? Deve ser da crise… Se as plásticas não rendem, internam loucos! Está certo! Tão giro, o Azevedo é seguido pela Azevedo. Sempre adorei coincidências! Ok, explica-me (eu estou fora desses assuntos), se um polícia se apaixonar por uma médica isso é negligência? Onde? Quando? Porquê? E o Leonardo é burro como uma porta (para além de ser polícia) que não sabe que não há problema nenhum em um polícia namorar uma médica? Estamos bem seguros com polícias assim! A terceira parte da clínica é destinada a consultas do dia-a-dia, nomeadamente cirurgias plásticas… Porque hoje eu lembro-me de mudar o nariz e vou lá, de um dia para o outro, como se fosse levar uma vacina ou pedir uma receita para os medicamentos do colesterol! Muita coisa desnecessária. Muitas personagens com pouco sumo, só para encher. Uma confusão de histórias e personagens que me deixou com dor de cabeça. Conclusão, para além de inventares coisas a mais e sem sentido… Em Castro Verde só há dois empregadores: ArtiCultira e Bem Estar! Noto que tentaste dar o máximo de informação possível, mas toda este saco despejado de uma só vez, tornou o texto difícil de ler e muito secante! A tua nota deve-se a isso mesmo, há formas e formas de mostrar informação e a tua é muito pesada. Mas não posso deixar de lado o trabalho que tiveste e as ligações que criaste.

Nossa:

Nota: 7/10
Justificação: O Núcleo Fragoso é interessante, mas acho que falta alguma coerência clínica nisto! Não sei até que ponto um paciente com TOC tem atitudes tão impensáveis e impulsivas como as do Márcio. Eu preferia ver a Irene a enfrentar o filho aquando do seu regresso, do que ser morta na explosão. Daria azo a bons confrontos e diálogos. Quanto ao Núcleo Pires... não entendi... por ser menor de idade e ter engravidado, tiveram de dar o filho para adoção? Porquê? Razões legais? Ou apenas por medo do estigma? Fiquei confuso. Devias arranjar uma razão plausível. Mas gostei do facto do filho biológico ser o Tiago, que por sua vez vai ser seguido pela própria mãe biológica. No que concerne ao Núcleo Azevedo, acho que mais atual não poderia ser: esclerose lateral amiotrófica, ébola...! Um comentário geral às sinopses: eu acho que todas as personagens têm patologias... e começo a achar que muitos dos núcleos são indicados para uma série hospitalar e não para uma novela. É que se reparares, o núcleo principal já tem uma história bastante pesada, mas os outros núcleos têm histórias também a roçar ao mesmo tipo. Deste modo, vejo que a Clínica Bem Estar pode ser, sim, o centro da novela, e não a ArtiCultura como seria esperado. E pergunto-me: como é que uma vila vai fazer com que uma pequena clínica sobreviva? Reparei que falaste em despedimentos, mas, de qualquer modo, a vila deve ser toda doente para ter conseguido expandir-se para outras áreas!

tvimagazine:

Nota: 6/10
Justificação: Textos bem fluídos. Nalgumas sinopses não há muito desenvolvimento, mas estão todas bem explicadas. Há uma passagem temporal no núcleo Fragoso que passou muito despercebida. Eu sinto que foi mal colocada no texto. Gostei do tema da claustrofobia. Já nas últimas sinopses, achei tudo um pouco mais maçador. Aqui ou ali encontro algumas palavras "comidas"...

Johnman:
Sinopses:
Núcleo Rodrigues/Soares

Sinopse: Logo desde o princípio, esta união dá uma imagem de laços quebrados. Sem questão, foi exatamente o que aconteceu. Graça, mãe de Paulo e Xavier, vive com os filhos e também com Constança e Vicente Soares, este último o seu irmão mais novo que decidiu vir morar para casa da familiar por termos solidários (visto que ele não confia em nenhum dos filhos dela para ajudarem Graça por ele), e os gémeos destes, André e Gonçalo. Uma união algo calma e estável, que não parece demonstrar feridas a abrirem-se. Mas nem todas as feridas vêem-se à partida. Por um lado, existe a guerra, ao início competitiva e mais tarde pessoal, entre os gémeos, algo que vai criar enormes distúrbios à família, especialmente após André se revelar mentalmente instável, e Gonçalo receber um diagnóstico de SIDA. Depois, as discordâncias de Constança e Vicente que levam a brigas algo intensas, por vezes impulsionadas por álcool. Brigas essas que Constança vai desejar nunca ter tido mais tarde, quando um terrível incidente põe termo à vida de Vicente. E mais importante é o conflito entre Paulo e Xavier pela confiança da debilitada Graça e de Susana, namorada (e vítima) de Paulo. Xavier, ao ser empregado por Carlos para espiar as ações da filha adotiva deste, descobre que Paulo é pedófilo, e intende pôr um ponto final nas decrépitas atividades do irmão de qualquer forma. Infelizmente para ele, tanto Susana como Graça não vão acreditar nele (pelo menos à primeira), e o próprio Paulo vai tentar destruí-lo sem remorso, portanto Xavier vai ter de lutar para separar a família do monstro que é o irmão.

Núcleo Lopes

Sinopse: Nos dias de hoje, não são todas as famílias que vivem em paz e harmonia. A família Lopes sem dúvida que não é uma delas. Uma união geneacológicamente ligada a Carlos e Alice, por quem estes dois vão ter várias ligações durante a trama. A família é liderada pelo arrogante e enloquecido magnata Lourenço, que pouco quer saber de qualquer pessoa ou coisa que não seja dinheiro, luxo, ou o seu filho Marco, por quem está apaixonado. Lourenço é casado (por interesse) com Margarida, uma forte e firme escritora confinada a uma cadeira-de-rodas depois de um recente acidente rodoviário, e juntos tiveram três filhos: Laura, a trapezista no Circo Loco que deseja tornar-se comediante; Marco, um jovem adulto que gosta de viver a vida das formas mais radicais (ainda que absurdas) possíveis, normalmente envolvendo drogas e prostitutas; e Inês, uma rapariga que acidentalmente se entrelaçou num trágico triângulo amoroso e vai cair numa profunda depressão. No meio disto tudo, encontra-se Madalena, a empregada doméstica da casa, que para além de dito emprego, vive uma segunda vida como traficante de estupefacientes, chegando mesmo a ter parte em “experiências” com Marco e Inês. O perverso romance entre Marco e Alice, a sua prima-irmã, vai causar Lourenço a recorrer a medidas drásticas para tentar conquistar a atenção do filho. Já Margarida irá começar a investigar a vida do marido, recebendo a ajuda de Laura no caso, ela que também se preocupa com as suas atuações como comediante e artista de circo. As emoções vão ser fortes quando conhecer esta família.

Núcleo Cardoso

Sinopse: Esta família, ao contrário das anteriores, está reduzida a apenas dois membros: Patrícia e Renato. Mas é provavelmente uma das mais ambiciosas de todas. Patrícia foi reconhecida por mais de 10 anos como uma heroína local, sendo ela bombeira. Era uma mulher de bons valores e princípios, sempre o foi. No entanto, o seu marido Renato nunca aprovou do emprego que tinha. Ele, que é sobreprotetor de todos os seus bens por motivos íntimos, sempre temeu pela segurança da mulher e não houve uma única vez em que ele escondesse o seu desânimo cada vez que Patrícia saísse de casa em rumo à corporação. E secretamente, não se sabendo exatamente como, ele é capaz de separar a mulher dos bombeiros de vez. Ser despedida por razões desconhecidas foi o pior golpe que Patrícia alguma vez recebeu. Isto pelo facto que perder o trabalho implicava perder o reconhecimento dos outros como uma heroína e alguém que merece o foco das atenções em cima, apesar de todos à sua volta continuarem a fazê-lo. Tal leva a ex-bombeira a ignorar o marido (que faz para lhe arranjar um novo e seguro emprego) e tentar, forçadamente, continuar a obter o conhecimento de todos à sua volta de qualquer forma: desde travar cenas de abuso sexual que ela própria inicia (pagando a criminosos para violar raparigas), até apagar incêndios postos por ela mesma, os limites não existem. Ou, quando Renato descobre as últimas da mulher, será que existem?

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 5/10
Justificação: As tuas sinopses estavam um pouco confusas, faltavam um pouco de contextualização. Acho que tu, assim com o Fabien, escolheram mal o foco da novela, no caso do Fabien a sua protagonista deveria ser a Paula e no teu caso, a Patrícia, que para mim é das personagens mais interessantes de todos os projetos deste concurso. É uma vilã, com um espírito de heroína, e tem “likability”, ou seja, é fácil para os espetadores apaixonarem-se por ela e pelas suas “maldades”, assim como é fácil para o público gostar da Emily/Amanda Clarke da série “Revenge” e de Oliver Queen da série “Arrow”. Esta para mim é a única personagem interessante e que me faria ver a novela, tudo o que resto são personagens muito já vistas

Magy:

Nota: 3/10
Justificação: Muito gostam vocês de confundir SIDA com HIV. Leiam, pelo amor de Deus. Leiam, pesquisem. Uma coisa que eu adorava é que aprendesses a diferença entre “entende” e “intende”. Núcleo Rodrigues/Soares demasiado grande e confuso. Na descrição que fazes do Núcleo Lopes (apesar de já conhecer alguns personagens), só consigo destacar a vida dupla da empregada. Não acrescentaste nada à história dos Cardoso. E eu continuo sem perceber as razões da Patrícia e como ela faz as coisas.

Nossa:

Nota: 5/10
Justificação: O que é uma união geneacológica? Fiquei na dúvida. Gostei do núcleo Cardoso, algo diferente. De resto, tens clichés até interessantes, mas mesmo assim não me depertou muito interesse.

tvimagazine:

Nota: 8/10
Justificação: Sinopses rápidas e sem tempos mortos. Mostrou algum do potencial dos núcleos, sem grandes rodeios... Tudo bem escrito. As histórias são também elas um pouco diferentes do habitual

pamsf998:
Sinopses:
Núcleo Amorim

Sinopse: Matilde e Mário são pais de Andreia e de Carolina que, neste momento, atravessam uma fase muito complicada na vida deles, onde a única coisa que têm garantida na vida é a família e a casa, ou talvez não... Carolina sente sede de vingança da irmã, odeia-a e, por tudo correr mal na sua vida, é que ela será expulsa de casa, por tentar bater na mãe, por esta tentar saber o que se passa entre ela e Andreia... Já Matilde, para tentar resolver o estado financeiro da família, tenta desesperadamente arranjar emprego e alheada dos problemas, é acidentalmente atropelada por Francisco, pai de Gustavo que, após lhe pagar os curativos de todos os arranhões que lhe causou e após ela lhe contar todos os problemas porque está a passar, é que Francisco lhe propõe um acordo, em troca de sexo ele oferece-lhe dinheiro.
Contra os seus princípios, Matilde obriga-se a envolver-se sexualmente com Francisco, até que engravida! Para disfarçar a gravidez, envolve-se com o marido, e passado alguns dias, revela-lhe que está grávida, mas a reação do marido é inesperada: além da felicidade, vai ser mais um problema que lhes irá causar dinheiro, coisa que não têm. Matilde fica devastada, não só pelo filho não ser do marido, como pela reação deste à gravidez, mas continua a envolver-se com Francisco em troca de dinheiro ocultando a gravidez. Em relação a Mário, a mercearia deste está cada vez pior, já nem clientes tem, os empregados pela falta de capital já foram despedidos e o que resta é ser a própria família a levantar o negócio e, para isso, depois das obras feitas com as poupanças que fizeram, Virgílio, amigo chegado da família distribui os novos panfletos da mercearia na feira a anunciar promoções e novas técnicas de venda, por sua vez, Andreia distribui panfletos aos clientes que vão à joalharia. Até que, começam finalmente a entrar clientes na mercearia e o negócio começa lentamente a subir... E por começar a aumentar o dinheiro disponível na família, Matilde deixa, finalmente Francisco e Andreia, disposta a que os pais não gastem dinheiro em empregados, oferece-se para trabalhar lá e ainda propõe a Patrícia vir trabalhar com ela.

Núcleo Oliveira

Sinopse: Patrícia é irmã de Fábio, de Luís e do falecido Adriano, concilia ao mesmo tempo, a universidade com o emprego numa loja de roupas que fica perto da joalharia onde trabalha Andreia, por vezes, almoçam juntas e ambas são confidentes, e vai ser no funeral de Adriano que Andreia vai perceber que Patrícia é irmã deste e de Fábio. Por consequente, após alguns dias a almoçarem juntas, Andreia revela-lhe o que sente por Fábio, que apesar de ainda gostar de Gustavo, está indecisa entre este e o irmão de Patrícia. Porém, esta aconselha Andreia a aproximar-se de Fábio, pois ele também sente qualquer coisa por ela. Já na universidade, Patrícia é uma excelente aluna. Tem uma paixão por João, colega de curso e amigo, são muito próximos, mas por este ser um mulherengo, nem se apercebe que a amiga gosta dele.
Vive com o irmão, que trabalha na empresa de Francisco, ambos se sustentam com o dinheiro dos seus empregos, são muito unidos, mas muito afastados de Luís, que sente nojo destes por aceitarem viver na miséria. Evita cruzar-se com eles. Vai roubar Francisco e vai ser sócio maioritário da empresa onde trabalha, que mais tarde, acabará na falência.
Fábio faz de tudo para se conseguir relacionar com Andreia, apesar de ela voltar para o namorado, a paixão é evidente.
Patrícia vai trabalhar para a mercearia de Mário, para o ajudar a soerguer esta, que com sucesso vai trabalhar para que seja um hipermercado.

Núcleo Mendonça/Borges/Novais

Sinopse: João frequenta o mesmo curso de Patrícia, mas ao contrário desta, João é um baldas. Vive com o irmão gémeo, Daniel e apenas com a mãe, Lídia pois os pais são divorciados. Esta vai ver o filho em risco de vida, quando este se mete nas drogas e no álcool por influência dos amigos, problema de que Patrícia o tenta ajudar a livrar-se, ajuda que é negada por parte dele. A mãe vai tentar ajudá-lo a curar-se fazendo de tudo. O irmão, Daniel anda no 12º ano, e a sua melhor amiga é Gabriela, que é da mesma turma, passam a maioria do tempo juntos. Também José é da turma deles. Ambos se vão apaixonar por Gabriela, mas Daniel vai sofrer uma desilusão quando descobrir que são meios-irmãos. Ambos são filhos de Lourenço, mas Daniel ainda vai ficar mais revoltado com os pais, quando descobrir que os pais sabiam que eles era meios-irmãos, embora eles apenas tenham sabido disso à pouco tempo, quando Helena como colega de trabalho de Lídia, a convidou a jantar lá em casa. Mas como Daniel recusara ir, era impossível saber que a mãe ia jantar a casa de Lourenço, seu pai.
Lídia e os filhos vivem com os pais desta, Delfim e Regina, ambos aposentados, mas com um problema que cada vez se agrava mais, que é a doença que Delfim começa a padecer, que através de se esquecer de algumas coisas, lhe é diagnosticado alzheimer.
Glória era mãe de Francisco, que a matou a ela e à esposa. À primeira para esta não o denunciar, e à segunda porque esta queria o divórcio e caso lho desse ficaria na miséria e assim ainda tem mais do que o que queria, a empresa. Luís é seu braço-direito na empresa que o trairá quando lhe roubar a empresa, envolve-se com Matilde e com Carolina. Assim como o filho, que também se envolverá com Carolina, embora seja obsessivo por Andreia e fará muitos disparates para ter Andreia. E Carolina!

Núcleo Novais:

Sinopse: Gabriela é filha de Lourenço e de Helena, ele trabalha, a modo afetivo numa escola, sendo este professor de Filosofia e ela trabalha na empresa de Francisco com Lídia. Ambas são secretárias e muito cúmplices, partilham todas as confidências uma à outra, sem saber que ambas são mães dos filhos de Lourenço. Quando Helena convida Lídia a jantar em sua casa, esta aceita mas quando aparece no jantar bloqueia ao ver que o pai dos seus filhos é o marido da sua melhor amiga. Confronta-o, embora ele não soubesse que a esposa e Lídia trabalhavam no mesmo sítio, resolvem não contar nada aos filhos para não sofrerem, mas sofrerão mais quando se apaixonarem e não puderem namorar por serem irmãos. Mas, na verdade não são irmãos, pois a gravidez que Helena pensou ser de Lourenço era do ex-marido, que como era violento a obrigou a ter relações e ela engravidou antes dele ir preso. Helena e Lourenço têm um casamento feliz, ele é professor de Daniel e de José, filho de Rosália e Virgílio. Vão ter um passado que vai assombrar a vida deles no presente.

Núcleo Pontes:

Sinopse: José é filho de Rosália e de Virgílio, são uma família muito unida, mas que será muito criticada pelas maluquices de Rosália. Entre roubar artigos dos "trezentos" aos vizinhos, as tentativas sem sucesso de juntar José com Andreia, o diz que disse que Rosália faz, já Virgílio, atira-se às amigas dos filhos, vai levar alguns socos dos pais das raparigas... José gosta de viver com esta família, pois é a sua família e tem muita piada, porque os objetos que a mãe rouba ou os perde ou parte-os, o diz que disse que a mãe pratica contra os outros, também os outros praticam contra ela, já o pai atira muito a rede a ver se pesca alguma garota, mas acaba por pescar sempre Rosália. José vai conhecer Gabriela e vai-se apaixonar por ela, vai revelar-lho, mas esta não lhe corresponde. Este, como amigo de Daniel que é, pede-lhe ajuda para namorar com ela, este por sua vez faz com que José ainda piore as coisas e começa a namorar com a namorada do amigo.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 2/10
Justificação: Peço-te já desculpa, e para a semana começo a ler o teu projeto, porque quando eu chego ao penúltimo projeto já não tenho saco e já não aceito a mínima coisa, por isso assumo essa responsabilidade e desta forma me “desculpo”. A mim parece-me que a tua novela é uma novela de escolhas seguras, de twists não muito surpreendentes, uma novela ao estilo das novelas de almoço da TV RECORD, que passavam na RTP1.

Magy:

Nota: 3/10
Justificação: A família Amorim é tão pobre em conteúdo, tão básica, tão fraca. A distribuição dos panfletos não acrescenta nada à informação que devia ser passada. É apenas um pormenor. Mais valia teres falado da evolução da gravidez, se ela conta ou não ao amante. Mais valia que, com a entrada de mais dinheiro, a Carolina voltasse para a família… Muito pouco sumo nesta família. Então tu dizes que o João é baldas, mas o gémeo Daniel é que ainda está no 12º? Uau, se um é baldas, o outro nem sei o que seja! Devias ter explicado esta diferença de escolaridade entre os gémeos. What the hell? A Lídia deve ser a única mulher no mundo que não sabe quem é a actual mulher do ex-marido! Que top! Então, o Daniel não foi ao jantar, ok, certo! E a Mãe (que para além de não saber onde ia jantar) não lhe contou quando chegou a casa? Não sei, numa conversa casual, enquanto vêem Jardins Proibidos! Explica-me uma coisa… Porque é que as famílias Mendonça, Borges e Novais fazem parte do mesmo núcleo? Vivem todas na mesma casa? Trabalham todas no mesmo sítio? Convivem todas umas com as outras? “ele trabalha, a modo afetivo numa escola” Hum? Ainda bem que ele tem uma afectividade pela escola! É bom quando acontece! Ok, esta ignorância da Lídia ganha, anda mais, contornos de estupidez quando me dizes que ela e a Helena são amigas e confidentes! Eu sei quem são as relações dos amigos e confidentes. Talvez por isso mesmo, porque somos amigos e confidentes. Tirando isto, não percebi absolutamente nada do núcleo Novais. Quem é que vai ter um passado a assombrar a sua vida? Mais uma vez, a Lídia é tão ignorante quem nem sabe quem são os professores dos filhos? Eu, pelo menos, dizia aos meus pais quem eram os meus professores! Talvez fosse a única! Ainda bem que o José acha piada ao facto do pai se atirar às suas amigas. Eu também adoraria que o meu pai fizesse isso (sqn). Também acho giro e fofo que o moço gosto dos mexericos da mãe! Super piada!

Nossa:

Nota: 3/10
Justificação: O teu português é uma coisa do outro mundo. Tu fazes frases tão longas que tenho de lê-las mais três ou quatro vezes. E depois usas vários tempos verbais na mesma frase e fico ainda mais confuso! Já para não falar nos eternos "este", "esta", "desta" e "deste". Acho que falei disto nas semanas passadas, mas não notei grande melhoria. Todos os núcleos são clichés. Do último núcleo, não entendi nada. Nada.

tvimagazine:

Nota: 4/10
Justificação: Nota-se algumas confusões com as vírgulas. Rever as sinopses a partir do núcleo Oliveira, pois têm graves problemas de estruturação. Uma vírgula não é o mesmo que um ponto final. Até mesmo a nível de história há várias incongruências. Infelizmente, tive de passar várias vezes à frente. Também penso que tenha havido uma confusão entre "afetivo" e "efetivo"...

Samuel:
Sinopses:
Núcleo do Artur

Sinopse: Artur e Débora casaram-se há trinta e três anos. Ainda que recíproco ao início, o amor que unia os dois foi-se desfazendo com o passar do tempo. À medida que os anos iam passando, Débora descobria certos aspetos da personalidade do marido que até então não tinha detetado. As paixão e obsessão pelo dinheiro faziam parte da lista. Ainda assim, este descontentamento de Débora passou a segundo plano depois do nascimento da primeira filha, Magda, que a habitou a distrair-se de uma vida monótona e regulamentar. Débora, apesar de tudo, tenta aproximar-se do marido e dos seus sentimentos, mas este rapidamente se fecha em copas e faz apagar de novo alguma esperança existente. Assim sendo, esta esposa vive encurralada num mundo aparte. Para voltar a sentir-se útil, tenta convencer o marido a ter mais um filho, mas Artur, preocupado com as possíveis despesas, recusa sem hesitar. Desesperada, Débora cai no extremo e leva várias vezes o marido à embriaguez para tentar obter o que quer. Daí nasce Luísa, segunda filha do casal. Inesperadamente, é a que melhor se dá com o pai, mas tal como a mãe, rapidamente se desinteressa pela sua difícil personalidade e fraca ambição. Influenciada pela mãe, Luísa estuda arquitetura, mas, inconformada, acaba a trabalhar no hostel da tia Fernanda. Magda e Luísa irão acabar por ignorar por completo o pai. Esta relação inconstante vai levar a mais nova das irmãs às drogas, segredo que manterá até o vício a dominar. Por outro lado, Débora vai tendo uma mudança positiva que a fará ter uma melhor visão dela mesma e do que a rodeia. Tudo culmina na descoberta do macabro segredo de Artur, a tentativa de homicídio de Isabel e a morte de Diogo. Aí, o divórcio não tardará.

Família da Fernanda

Sinopse: Fernanda e João (49 e 45 anos, respetivamente) são um casal aparentemente feliz. João, romântico por natureza, dá muito de si à relação e tenta não deixar que tudo caia na monotonia. No entanto, Fernanda não lhe é fiel, tendo um caso com Renato, filho da governanta dos Galvão. Para escondê-lo, Fernanda tenta afastar-se da mansão da família.
Apesar do afastamento, Fernanda é quem mais tem noção de como é Artur. Não sabendo das monstruosidades que o irmão cometeu, a esposa de João sempre mostrou o seu desagrado para com certas atitudes mais egocêntricas do irmão, provocando sempre um clima de tensão.
Fernanda e João têm um filho, Dinis. Com 19 anos, Dinis assume a sua bissexualidade perante toda a família, sem qualquer embaraço. Numa família de renome como os Galvão, esta divulgação será mantida em segredo para que não haja polémica. Apesar de Fernanda apoiar o filho, João não aceita a sua sexualidade, evitando falar com Dinis a partir do momento da revelação. Armando, avô do jovem, não vê problema na bissexualidade, mas vê parte dos filhos revoltarem-se com a situação, nomeadamente Artur. O que é certo é que Dinis nunca irá esconder o facto de gostar dos dois sexos e isso poderá incomodar os mais retrógrados.

Núcleo Cardoso

Sinopse: Sónia, Hélder, André e Diogo fazem parte da família Cardoso. Sónia e Hélder são casados e têm os dois filhos André e Diogo.
Sónia sofre de violência psicológica por parte do marido, sobretudo quando este bebe em demasia. A situação deteriora-se à medida que o vício de Hélder avança. E com o passar do tempo, também André, de 17 anos, vai perdendo as forças que tinha para lutar por uma família mais harmoniosa e sobretudo estável. Ver a mãe abalada e rebaixada várias vezes por semana começava a destruí-lo psicológica e fisicamente. Numa de tantas discussões, André, desgastado, toma a infeliz decisão de se suicidar por não ter mais soluções à disposição. O mesmo sai então de casa em lágrimas e dirige-se à linha férrea dos arredores. Diogo, com oito anos, segue-o gritando para que pare. Em vão. André vê ao longe um comboio e começa a correr como se quisesse escapar de quem o perseguisse. Sónia rapidamente se apercebe da ausência dos filhos e sai atrás deles, também ela lavada em lágrimas. A alguns metros da linha de comboio, Sónia fica boquiaberta, cai de joelhos no chão e leva as mãos à cabeça. André havia sido esmagado pelo comboio segundos antes. Diogo gritava pelo irmão, debruçado sobre ele.
A partir da tragédia, o vício de Hélder piora substancialmente e a violência passa de psicológica a física. A dado momento, Sónia decide pedir ajuda à sua melhor amiga, Anabela Galvão, e esta arranja forma de tirar Sónia e o filho de casa. Hélder acaba por se suicidar meses depois.

Núcleo do hostel

Sinopse: Alguns meses depois do início da relação de Fernanda Galvão com Renato, uma ideia surgiu da mente do filho de Susete: abrir um hostel. Fernanda não gostou da ideia, mas Renato conseguiu convencê-la do contrário. Meses depois, os dois já tinham escolhido a equipa para liderar o mesmo. Sendo um pequeno negócio de família, a filha de Armando decidiu comprar uma casa com alguns quartos, que viria depois a decorar à sua maneira. Esta era a sua segunda vida, ao lado do homem que realmente amava. Sónia Cardoso foi selecionada para a cozinha, Susete e Adelaide para a limpeza, Renato para o bom ambiente do alojamento, Andreia Martins (amiga de Renato) para a receção e Luísa para gerir a equipa. O hostel passou também a ser o ponto de encontro de Fernanda e Renato, com os devidos cuidados. Foram precisas apenas algumas semanas para a abertura do hostel. Com a publicidade necessária, rapidamente conseguiram enchê-lo. Com o sucesso, Fernanda decidiu criar uma cadeia de hostels pela cidade intitulada de “NightLife”.
Dentro do hostel, as coisas não eram tão simples assim. Andreia, materialista, perseguia Renato para poder subir de cargo. Desconfiada da relação deste com Fernanda, a rececionista tentou envolver-se com o segundo dono do alojamento para testá-lo. Renato acaba por cair nos braços de Andreia e esta passará assim a tê-lo na mão. Susete irá no entanto arranjar forma de controlar o filho ao perceber o que se passa.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 7/10
Justificação: A Luísa parece-me uma personagem importante para se impor face ao pai, assim como a Débora, parece-me interessante para criar fricção (de uma forma não descarada), sendo que também repõe harmonita. Bissexualidade é um tema importante para mudar mentalidades, daí perceber a importância da sua inclusão. Parece-me que estes núcleos estão recheados de temas interessantes e que dão assas para reflexão e discussão como a bissexualidade, a traição, a violência doméstica, e é exatamente isso que é pedido a um núcleo secundário. A história de Sónia é dramática, a sua família podia ser protagonista, contudo acho que está muito bem como secundário.

Magy:

Nota: 10/10
Justificação: Tudo o que é preciso saber está lá. Sem excesso de informação e com um português excelente. Os núcleos apresentados são bastante interessantes e estão bem construídos e pensados. Finalmente conheço melhor o Renato. De resto, boa apresentação.

Nossa:

Nota: 8/10
Justificação: Gosto que abordes a toxicodependência como consequência de uma família bastante instável. Gosto do núcleo da Família da Fernanda, com alguns clichés interessantes e com a bissexualidade de um jovem rapaz. O Núcleo Cardoso também muito bom e dramático! Contudo, acho que a sinopse ficou mais narrativa que descritiva.

tvimagazine:

Nota: 8/10
Justificação: Senti-me a ler um texto de um livro. Tudo muito bem cuidado e explicado. Deu um gosto enorme de ler. O núcleo Cardoso, em poucas palavras, já me conseguiu colocar curioso. Achei o último núcleo um pouco confuso e desinteressante, os perfis das respectivas personagens tinham histórias mais sólidas do que a da sinopse geral do núcleo.

Tabela das pontuações:



Volto de seguida com as pontuações dos perfis dos personagens dos núcleos secundários. Até já.



Última edição por Nuno em Sab Out 04, 2014 7:10 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

87 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:01 pm

tvimagazine

avatar
Nível 2
Fabien escreveu:Eu enganei-me num nome e isso baralhou muito jurados e isso vai fazer com que a minha pontuação seja a mais pequena. Sad de todos os meus desafios se aquele nome tivesse sido emendado a tempo a história mudava por completo.
Olha, eu não me lembro de ficar confuso com personagens nos teus textos. Estás com sorte Twisted Evil Se calhar, era por ser duas da manhã Riso

-----

Pelos vistos, fui até bastante bonzinho com o pamsf998 Laughing
(os meus textos tão pequeninos, até dá arrepios Embarassed)


_________________
TUMBLR | TOP5: A Outra > Ninguém Como Tu > Fascínios > Ilha dos Amores > Tempo de Viver | TUMBLR
Ver perfil do usuário

88 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:08 pm

Nossa

avatar
Nível 2
Nuno, puseste o meu comentário ao Samuel igual ao do climatico.


_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
Ver perfil do usuário

89 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:10 pm

Nuno

avatar
Nível 2
Já corrigi Smile

Ver perfil do usuário

90 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:38 pm

Samuel

avatar
Nível 2
Uau, parece que correu bem. Parabéns, climatico! Smile

Nossa, concordo quando dizes que a sinopse dos Cardoso ficou mais narrativa, mas estava tão empolgado enquanto escrevia que decidi deixar assim. xD


_________________

https://www.facebook.com/susanafelixfas/?fref=ts
Ver perfil do usuário

91 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:55 pm

pamsf998

avatar
Nível 2
tvimagazine escreveu:
Fabien escreveu:Eu enganei-me num nome e isso baralhou muito jurados e isso vai fazer com que a minha pontuação seja a mais pequena. Sad de todos os meus desafios se aquele nome tivesse sido emendado a tempo a história mudava por completo.
Olha, eu não me lembro de ficar confuso com personagens nos teus textos. Estás com sorte Twisted Evil Se calhar, era por ser duas da manhã Riso

-----

Pelos vistos, fui até bastante bonzinho com o pamsf998 Laughing
(os meus textos tão pequeninos, até dá arrepios Embarassed)

Ahahah xD não te preocupes o meu pc vai para arranjar, logo não vou puder participar, por isso... Boa sorte a todos...

Ver perfil do usuário

92 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:58 pm

Samuel

avatar
Nível 2
Mas isto virou moda?! -.-


_________________

https://www.facebook.com/susanafelixfas/?fref=ts
Ver perfil do usuário

93 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 7:59 pm

Nuno

avatar
Nível 2
Estou de volta!

Vamos começar pelas pontuações das sinopses dos núcleos secundários:


climatico:
Personagens:
Núcleo Quinta da Patrícia – Casa

Personagens:

Manuel Joaquim Monteiro Marques – Núcleo Principal

Cecília de Jesus Afonso Monteiro Marques – Núcleo Principal

Margarida Marques – Núcleo Vilão

Carlos Marques – Núcleo Principal

João Marques – Núcleo Principal

António Pinto – Núcleo Principal

Tomás Alves – Núcleo Vilão

Laura Marques – Núcleo Principal

Núcleo Quinta da Patrícia – Hotel

Personagens:

Margarida Marques – Núcleo Vilão

Albertina Pereira – Núcleo Cómico

Custódia Costa – Núcleo Cómico

Conceição Oliveira – Núcleo Cómico

Alexandre Folgado – Tem 34 anos e é casado, mas para aceitar este cargo teve que deixar a mulher e a filha pequena em Coimbra. É muito competente e está sempre a salvar a vida à desastrada de Albertina. Porque no Hotel é preciso uma grande entreajuda, está sempre na recepção, a fazer check-in, ou no restaurante a servir. Gosta de ajudar todos, mas não deixa que brinquem com ele, sendo um óptimo diretor, em quem António confia de olhos fechados.

Marco Costa – Tem 35 anos, é casado com uma professora que está a dar aulas a 350 km de casa. Cuida dos filhos gémeos que tem sozinho. É um excelente cozinheiro, apesar de ter um curso de maitre de restaurante. Vai ser responsável por concorrer a diferentes concursos de gastronomia a nível nacional sempre pensando no prestígio do Hotel e nunca individualmente.

Núcleo Lisboa

Personagens:

Laura Marques – Núcleo Principal

Patrícia Vaz Pinto – Núcleo Vilão

Jorge Fernandes – Núcleo Cómico

João Marques – Núcleo Principal

Inês Silva – Veio de Viseu para se licenciar em Engenharia Nuclear. Tenta a todo o custo arranjar algum emprego na sua área, mas como não consegue vai dando aulas particulares. Está sempre a ir ao Centro de Emprego a algumas formações e arranja alguns part-times em lojas e supermercados, que é com o que consegue pagar a casa e outros gastos. Não gosta de luxos e é muito crítica do atual estado do país. Vive com Sandra e conhece João através da amiga.

Sandra Rodrigues – Namorada de João, vive com Inês, com quem se dá muito bem. É bastante crítica do estado atual do país, e por isso participa ativamente em manifestações que é onde conhece João. Vive em Lisboa desde o tempo de Universidade, onde tirou o curso de Direito, mas, tal como a amiga, não consegue arranjar emprego na área, o que a leva a numa empresa de Táxis, à noite.

André Calisto – Trabalha em Belém, no Café dos Pastéis de Belém. Tem 23 anos, é bastante humilde e desportista. Apesar de não querer seguir o ensino superior, nunca quis que os pais o sustentassem e, por isso, sempre se foi desenrascando com vários empregos. Conhece Laura quando ela vai com Patrícia ao café, mas só fala com ela algum tempo depois, no Parque das Nações.

Núcleo Vila

Personagens:

Custódia Costa – Núcleo Cómico

Conceição Oliveira – Núcleo Cómico

Porfírio Monteiro – Núcleo Cómico

Urbano Monteiro – Filho de Constança, é mais novo que o irmão, mas tão mimado como ele pela mãe. Para não gastar dinheiro em rendas, vive com a mulher em casa de Constança. Trabalha no tribunal de Redondo, mas sabe que irá mudar a sua vida pois o tribunal de Redondo irá fechar.

Esperança Monteiro – Mulher de Urbano, a sogra adora-a, até descobrir que Esperança não quer ser mãe. Esperança é uma mulher muito inteligente, mas cedo saiu da escola pois teve que ficar em casa a cuidar dos irmãos. Por não ter oportunidade de estudar sente que é menos que os outros, embora esteja sempre atenta às notícias e saiba falar de qualquer assunto. É uma acérrima defensora dos direitos do povo e enfrentará o actual presidente da Câmara nas eleições.

Mariana Matos – Amiga de Margarida, sabe que Margarida matou Simão e de todos os planos de Margarida para fazer o irmão, Carlos, pagar pelo que fez. Bastante alegre e cheia de vida, não corrobora com os planos da amiga e irá ameaçar contar a todos o que Margarida pretende, por isso acabará morta e enterrada ao lado de Simão.

Constança Maria Afonso Monteiro – Núcleo Vilão

Mariazinha – Tem 36 anos e é solteira. Amiga de Constança, que tenta fazer que se case com Porfírio, sem sucesso. É a típica solteirona, tímida que não consegue conquistar nenhum homem, sendo desprezada por toda a família. Contudo, o que ninguém sabe é que por debaixo daquela capa de mulher tímida está uma mulher que pratica todas as fantasias sexuais dos homens da região.

Núcleo António

Personagens:

António Pinto – Núcleo Principal

Lurdes Pinto – Mulher de António e dona de casa, vive dependente do marido. Sempre viveu para os filhos e para a casa, a sua educação assim a educou. Mas agora, com 54 anos, coloca em causa toda uma vida, não entendendo os seus sentimentos em relação ao marido, e percebendo que não desfrutou da vida como realmente queria. É uma mulher bastante humilde, cordial e inocente.

José Pinto – Filho de António, tem 23 anos e é bastante humilde. Tem o curso de enfermagem e conseguiu arranjar emprego no centro de saúde local, fazendo algumas horas. Bastante instruído, teve, durante a universidade, algumas relações onde percebeu que gostava de homens. Apesar de nunca se ter envolvido verdadeiramente com ninguém, percebe Carlos, que ajuda nesta fase de aceitação, e acaba por se apaixonar por ele.

Patrícia Vaz Pinto – Núcleo Vilão

Constança Maria Afonso Monteiro – Núcleo Vilão

Carlos Marques – Núcleo Principal

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 9/10
Justificação: Alexandre Folgado é uma lufada de ar fresco, porque me parece ser a pessoa que vai balançar os núcleos, pois é uma pessoa normal: não é vilão e não faz parte do núcleo cómico e era necessária uma pessoa assim no Hotel. Marco parece-me uma excelente personagem, pois traz alguma realidade, é “pai solteiro”, porque a sua companheira é uma professora (que como tantas outras foi colocada longe de casa) e isto pode permitir muita intriga. André é o “boy next door” (a inspiração foi o Hugo do SS? ) e como é lógico é em todas as novelas (até na novela da vida real) há sempre “romeus e julietas”, por isso esta personagem é interessante. Acho que inserir a poligamia (Joao + Sandra+Ines) numa novela é muito interessante, pois tornar-se-á uma tema de discussão e obrigará a sociedade a refletir quanto a este “fenómeno”. Esperança parece-me uma personagem bem interessante, uma feminista que vai lutar para ter poder. Mariazinha é uma excelente personagem, o lobo mascarado de cordeiro.

Magy:

Nota: 8/10
Justificação: Sem dúvida que o Alexandre e o Marco são essenciais para contrabalançar aquele núcleo cómico. Gostei bastante dos personagens, mas acho que podias ter mostrado mais deles. Não posso deixar de reparar que deste o nome exacto de duas foristas às duas namoradas do João! Foste um fofo! Acharia mais interessante que as duas amigas fossem diferentes em alguns ideais. Podias ter exprimido mais o sumo do André, se é que ele tem mais sumo. Daquela ligação dos Monteiro, a única que me desperta mais interesse é a Mariazinha, os outros personagens, se não tiverem uma boa contracena, podem tornar-se aborrecidos. A Mariana é só um enche chouriço. Quanto à Lurdes e ao José, se tiverem um bom fio condutor acho que poderiam ser bem interessantes.

Nossa:

Nota: 7/10
Justificação: Adorei a Mariazinha! Quero muito saber que atriz vais pôr a representá-la! Só achei um pouco incoerente o facto dela ser tímida mas ser uma mulher da vida airada. Também gosto da Lurdes, é uma personagem que faria com que muita gente se identificasse com ela.

tvimagazine:

Nota: 8/10
Justificação: Os perfis são proporcionais. O último, do núcleo António, não desiludiu e manteve aquilo que a sinopse prometia. Os perfis dos outros núcleos são igualmente mais fracos que o do António, mas levaram mais nota do que as respectivas sinopses. A estrutura dos perfis em si acho que está bem. Não diz muito, nem diz pouco. A apresentação feita é bastante directa.

Fabien:
Personagens:
Núcleo Peixoto

Personagens:

Gertrudes Peixoto (61 anos) – É uma senhora muito bem formada na sua área. É costureira na empresa ArtiCultura e gosta muito daquilo que faz. Adora o filho e quer sempre o melhor para ele. Ela decide o que é melhor tanto para o marido como para o filho Gonçalo. Não gosta de ser ultrapassada por ninguém. É muito extrovertida e muito brincalhona. Passa os tempos livres com a sua amiga Rosa Pereira e as duas falam sempre da vida dos outros, em Castro Verde. Gosta de roupas modernas e que andam na moda. Usa o cabelo sempre muito bem arranjado e a sua carteira debaixo do braço. Uma senhora muito bem arranjada.

Luís Peixoto (67 anos) – É um homem muito animado e que não vê problemas à sua frente, ou seja, para ele a vida é um mar de rosas. A sua esposa é tudo o que lhe resta na vida e não vê o mundo sem ela. Já é reformado. Nos tempos livres aproveita para jogar sueca com os amigos e para descontrair no largo da vila. Um dos seus maiores amigos é Mário Pereira e ambos passam belos momentos. Adora usar pólos com padrões axadrezados e tem um estilo clássico que contradiz o estilo da sua esposa.

Gonçalo Peixoto (28 anos) – Um rapaz muito organizado e que não sabe viver em meios que se distingam pela sujidade ou desorganização. Fora do trabalho é um autêntico galã e sabe como conquistar uma rapariga. É secretário de Luísa Durão Castro na empresa ArtiCultura e é dos poucos que sabe lidar com a personalidade da vilã. Mas, não se pode exceder com a patroa senão o desemprego bate-lhe à porta. Quando é diagnosticado com Diabetes, Marlene começa a aproximar-se do jovem. O seu estilo passa muito pelo uso clássico em contraste com toques de modernismo.

Núcleo Fragoso

Personagens:

Irene dos Santos Fragoso (65 anos) – É uma mulher muito dada a causas sociais e humanitárias. Tem uma forte ligação com a sua filha o que coloca, muitas das vezes, o seu filho Márcio de parte. É uma senhora que gosta dos bons hábitos e dedica-se à venda de bolos após ser despedida da empresa ArtiCultura. É um pouco arrogante, mas é uma excelente pessoa e uma ótima mãe. Gosta muito de usar saias e blusas de cetim. Quer ter sempre uma imagem brilhante e sem muitas extravagâncias.

Albano dos Santos Fragoso (66 anos) – Passa a maior parte do tempo no seu jardim onde vagueia e vai escrevendo o que observa. Gosta de ir tomar o seu copo de vinho, depois de almoço, à Taberna do Tomé. É um senhor muito inteligente e está a pensar em publicar um livro sobre a força da natureza, mas isso não vê-se concretizável, pois este morre. Tem um vestuário muito arrojado e muito camponês. A boina e o colete camponês não podem faltar na sua aparência.

Camila dos Santos Fragoso (30 anos) – É uma filha exemplar. Sempre estudou para subir na vida e foi, sempre, muito adorada pelos seus pais. Adora o irmão e quer sempre ver-lhe um sorriso, pois se isso falha está tudo estragado. Uma mulher trabalhadora e ligada aos princípios da família. É muito desenrascada e ajuda a sua mãe nas lidas da casa. O seu vestuário é muito ligado às modas juvenis. Tem uma personalidade muito forte e é muito teimosa.

Márcio dos Santos Fragoso (36 anos) – Vilão

Núcleo Pires

Personagens:

Carla Pires (59 anos) – Uma mulher ríspida, mas cheia de princípios. Martiriza, vezes sem conta, os filhos de que sem trabalho não se vai a lado nenhum. Concorda em ter os filhos em sua casa, desde que eles trabalhem e contribuam para o bem-estar da família. É muito dada à religião, embora goste muito da maneira de pensar do século em que vivemos. Trabalha como diretora de marketing da empresa ArtiCultura e espera, um dia, chegar ao posto da sua patroa, Luísa Durão Castro. Usa roupas muito formais e que metem respeito. Tem muito bom coração, mas sem grandes exageros.

Nuno Pires (61 anos) – É um homem muito fiel e dado às gentes da sua terra, Castro Verde. Lá em casa ele e a esposa são quem mandam e partilha a mesma opinião que ela em relação ao emprego dos filhos. Tem uma mercearia e é seduzido, muitas vezes, por Irene Fragoso. Quando Irene vai trabalhar para sua casa as aventuras, entre os dois, vão ser, ainda, mais fogosas. Tem um aspeto muito casual, o que faz dele um homem exemplar e com os devidos princípios.

Olívia Pires (39 anos) – Trabalha na fábrica ArtiCultura e é colega de Gertrudes. Ambas falam dos assuntos da vila e do local de trabalho. Sofre de um transtorno, Claustrofobia, que a deixa com muitas crises de ansiedade e de nervosismo. Tem um filho que nasceu com paralisia motora o que a leva muitas vezes à clínica Bem Estar. É uma mulher muito extrovertida e tem relativizar as situações com uma simples gargalhada. Adora roupa e vestir-se como manda a moda atual.

Leonardo Pires (37 anos) – É polícia em Castro Verde e adora aquilo que faz. É solteiro e não pretende fazer vida amorosa com ninguém. É o bebé da mamã e isso deixa-o muito mimado e muito dependente. Adora causas sociais e está disposto a ajudar. Marlene Pereira é a sua presente sedutora, mas ele não se deixa ir na cantiga da jovem. Com o passar do tempo descobre que está apaixonado por Isabel Azevedo. Gosta muito da família, principalmente dos seus sobrinhos, Lurdes e Tobias.

Paula Pires (33 anos) – É cirurgiã plástica e vai acompanhar o caso de Tiago Durão Castro, o seu filho biológico. No passado engravidou quando, ainda, era menor de idade e a sua mãe tirou-lhe o filho. Mais tarde, decide adotar uma menina angolana, pois o seu marido é estéril. Quando começa a investigar a vida de Tiago, para posteriormente fazer-lhe a mudança de sexo, descobre que ele é o seu filho. É uma mulher simpatiquíssima e muito natural. Veste-se como gosta e é muito ponderada.

Rodrigo Pires (34 anos) – É um bom pai. Ficou frustrado quando soube que era estéril. É um homem pacífico e leva a vida na descontração. Trabalha na parte de confeção de móveis e decoração da fábrica que produz para a empresa ArtiCultura. Gosta muito da sua filha e zela pela sua segurança. Nunca gostou de estudar nem de trabalhar, mas a esposa diz que ele tem de se fazer á vida senão Carla Pires expulsa-o de casa. Gosta de passar bons momentos na Taberna do Tomé com velhos amigos.

Lurdes Silva (7 anos) – É filha adotiva de Paula e Rodrigo Pires. É uma menina angolana que veio para Portugal ainda quando era bebé. Quando sabe da sua adoção reage perfeitamente bem e não tem qualquer atitude de desprezo para com os seus pais. Sofre de Bowling na escola o que a deixa muito mal ao final do dia. Quando os pais descobrem começam a levá-la à psicóloga Elisabete Reis, que a vai acompanhar nesse percurso assustador para Lurdes.

Tobias Pires (8 anos) – É filho de Olívia Pires. O pai abandonou-o quando era pequeno, ficando, apenas, com a guarda da mãe. Sofre de paralisia motora e quando tem consultas de rotina na Clínica Bem Estar é muito acarinhado pelo Doutor Paulo Azevedo. É uma criança feliz e tem o apoio de toda a família.

Núcleo Azevedo

Personagens:

Tomé Azevedo (63 anos) – É um homem simples e sem grandes rodeios. Gosta da sua família e era um antigo escritor que agora se dedica à sua taberna recebendo grandes amigos com quem gosta muito de conviver. Tem um aspeto de ser muito inteligente e de saber fazer muito bem as coisas. Dá conselhos de vida aos amigos e aos filhos, pois, afinal, ele já passou por quase tudo. Fica abalado quando é diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica, mas a sua vontade de viver não o faz desanimar. Vai lutar com todas as armas para vencer esse obstáculo.

Isabel Azevedo (56 anos) – É uma senhora recheada de boa educação e é muito intelectual. Formou-se em gestão e agora trabalha como diretora do departamento financeiro da empresa ArtiCultura ao lado de Gustavo Durão Castro. É muito esperta e sabe iludir qualquer um, menos a patroa que ela diz ser um pedaço de ferro sem coração. Sonha subir na vida profissional e tornar-se dona da empresa. Passa os tempos livres com as amigas, no largo da vila e vai viver uma intensa história de amor com o jovem Leonardo Pires. O seu modo de vestir é muito cuidado, bem como na sua vida pessoal, que não se deixa levar por falinhas mansas.

Lúcia Azevedo (30 anos) – Uma mulher muito exigente consigo mesma e que não gosta de amizades nem de namoriscos no local de trabalho, ou seja, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. A sua vida profissional corre às mil maravilhas e quer continuar a subir neste ramo da medicina. A sua vida pessoal está um pouco esquecida o que a faz olhar menos para a família e mais para a clínica onde é diretora. Quando é infetada por Ébola vai buscar muitas das suas forças ao pai. É inteligente e humilde.

Diogo Azevedo (35 anos) – É dentista e trabalha com a irmã na clínica Bem Estar. Está sempre a fisgar as rececionistas e estas vão na sua cantiga, é um autêntico galã. É muito profissional naquilo que faz e não se deixa enganar por vozes alheias. Quer subir de posto na vida profissional e isso faz dele um médico exigente. Na vida pessoal é um homem muito simpático e ligado à religião. Já sonhou ser padre, mas esse sonho ficou por terra ao descobrir a verdadeira paixão na medicina dentária. É muito divertido e há uma coisa que não pode faltar na sua vida, mulheres.

Núcleo Clínica Bem Estar

Personagens:

Palmira Valério (28 anos) – É dentista e acompanha muitas consultas ao lado de Diogo Azevedo. Quando este está ausente é ela quem faz as consultas. É uma mulher muito teimosa e não gosta de ser chamada à atenção. Acha que Diogo não tem perfil para ser médico e faz de tudo para que ele seja despedido, mas nunca tem sucesso nessas tentativas. Vive perto da vila e gosta do que faz.

Elisabete Reis (42 anos) – Uma psicóloga implacável. Consegue domar a mente humana como ninguém. Uma das melhores da região. É doce, calma e muito honesta. Sabe ver o outro lado e está sempre do lado dos seus utentes, a não ser que eles pequem por falta de razão. Aí, esta atua, mas sempre com o seu ar de tranquilidade.

Alberto Reis (37 anos) – É psiquiatra há alguns anos. Trabalha com a irmã na parte de saúde mental. É muito ríspido a falar, pois tem um passado que o atormenta (Foi violado pelo pai que era cego e tinha problemas mentais), daí ele ter escolhido esta profissão para tentar perceber os problemas mentais comportamentais das pessoas. Adora a sua irmã e está sempre do seu lado. Quando recebe o caso de Márcio Fragoso recorda o passado e entra em estado depressivo. É um homem nervoso, mas feliz.

Ulisses Figueiras (34 anos) – É um excelente médico cirurgião e especializado em estados comportamentais. Vai operar Tobias Pires para que este tenha progressos na sua doença. É muito inteligente e adora fisgar os seus colegas com estratégias extraordinárias. É muito amigo e humano.

Dalila Azevedo (27 anos) – Colega de Lúcia, na clínica. É uma médica que gosta muito de conversar com os seus utentes. Vai direta ao assunto e não gosta de rodeios, sabendo que se trata de saúde. Recebe muitos casos, mas o mais marcante vai ser o caso de Tobias, um menino com deficiência motora. É simpática e exigente na vida profissional. Muito meiga e dócil quando se trata da vida pessoal.

Luana Barbosa (26 anos) – É a mais atrevida da clínica. Gosta de ver toda a gente bem-disposta e atira-se a todos os médicos. O seu pretendente preferido é Diogo Azevedo. Já interrompeu uma consulta para lhe dizer apenas que o amava. É muito sedutora e exigente com a imagem, pois não quer que tirem elações enganosas a seu respeito.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 3/10
Justificação: Até aqui há demasiadas semelhanças entre os Peixoto e os Pereira, como já disse da última vez, os Pereira não são um núcleo cómico bem estruturado. Os Fragoso, excluindo a personagem de Márcio (que me parece a personagem mais interessante de todo o teu enredo, como já te havia dito), são novamente muito semelhantes aos Peixoto e aos Pereira. Falta a descrição de Tiago, eu gostava de ter percebido qual foi a grande motivação para a mudança.

Magy:

Nota: 5/10
Justificação: Vou ser o mais sincera possível, mesmo sabendo que estou a ser injusta, mas depois de tanta sinopse, tanto exto inútil e enche chouriço, ler estes perfis todos foi uma tortura! Não acrescentou nada, não mudou nada a minha opinião. No fim disto tudo… Acho que criaste demasiadas personagens e núcleos, alguns desnecessários que podiam ser só personagens recorrentes e não personagens fixas. Eu tive muita dificuldade em concentrar-me e interessar-me pela tua história!

Nossa:

Nota: 7/10
Justificação: O teu uso de vírgulas está tão estranho. A descrição das personagens está muito boa. Foste ao pormenor e gostei disso... consegui ter logo uma imagem das personagens... mas é pena que tenha sido só nas primeiras personagens, nas outras esqueceste-te da descrição física! E há uma coisa que eu não entendi: de que é que sofre a Lurdes Silva? Fazem bowling com ela na escola? Põem-na a rebolar até derrubar todos os pinos? Este é de certeza um novo fenómeno social que vai interessar aos sociólogos! Não se escreve bowling, mas sim bullying! Bowling é o desporto! Uma outra é o "uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa". Juro que me ri! Quanto ao Diogo... estou em choque: quis ser padre mas não podem faltar mulheres na sua vida? Que rico padre daria!

tvimagazine:

Nota: 9/10
Justificação: Consigo imaginar as personagens na minha cabeça. Os acontecimentos, os pequenos pormenores e o retrato físico. Dou nota positiva. No entanto, alguns desses perfis talvez pudessem ser um pouco mais resumidos. Há informação desnecessária que já vem nas sinopses dos núcleos

Johnman:
Personagens:
Núcleo Rodrigues/Soares

Personagens:

Xavier Rodrigues (24 anos): núcleo principal.

Paulo Rodrigues (36 anos): vilão/núcleo principal.

Graça Rodrigues (78 anos): A irmã de Vicente e mãe de Xavier e Paulo, que vai ser, sem vontade própria, catapultada para o centro de uma guerra violenta entre os dois filhos. Graça é humilde, carinhosa e pacífica. Uma verdadeira jóia de pessoa. No entanto, é bastante frágil, ambos fisica e psicológicamente. Ainda se sente traumatizada pela morte prematura do marido (uma morte cuja história nunca foi muito bem explicada), e está quase imóvel devido a vários problemas nas pernas que se letalmente misturaram com a sua velhice. Tampouco ajuda a sua quase ingenuidade, pois Graça confia nos filhos demais para saber que um deles, Paulo, é um verme da vida. Xavier vai tentar convencê-la que Paulo não é quem pensa ser, o que vai criar mais confusão na cabeça da debilitada mulher, e uma emoção distorcida cuja cura ninguém sabe exatamente qual pode ser.

Constança Soares (43 anos): Constança é mulher de Vicente, mãe de Gonçalo e André, e uma mulher com um lado tanto sorridente como implacável. É uma pessoa de bom espírito e boa educação, com um perfil público excelente. Mas, devido a stress com a falta de contentação que tem com o seu trabalho (operadora de caixa num supermercado local), maioritariamente devido a ter um mestrado de Serviço Social e acabar com um emprego algo reles, a sua vida íntima é algo limitada. Pouco ajudam os surtos de alcoolismo que o marido tem por vezes, a fragilidade da sogra por quem ela sente grande afeição, e especialmente a barafunda em que as vidas dos seus filhos se metem. Vai ficar marcada com a morte de Vicente, especialmente quando souber as razões por detrás da mesma.

Gonçalo Soares (23 anos): vilão.

André Soares (23 anos): André é, em muitos sentidos, semelhante ao seu irmão. Tem uma personalidade charmosa, é popular com quem anda, tem momentos impulsivos de forma habitual, e é atraente segundo as meninas. No entanto, no que toca ao amor, enquanto Gonçalo é engatatão e contenta-se facilmente (algo que vai descobrir no futuro que lhe arruínou a vida), André é mais romântico (nunca teve sexo na sua vida) e prefere ter relações estáveis. Inês é, para ele, aquela com quem ele desejaria passar o resto da sua vida e construír uma família. Um sentimento que, quando Inês se envolve com Gonçalo por acidente ao acreditar que este era André, é substituído por raiva e desilusão. André revolta-se completamente depois de tal sucedido, e a sua situação mental vira-se crítica, falando sozinho, não sabendo se ama ou odeia Inês, e por vezes planeando e quase executando matar tanto a ela como ao irmão. Não vai sentir pena de Gonçalo ter SIDA, nem de qualquer outra pessoa por qualquer outra razão, acreditando que a ele ocorreu o pior. Pouco se sabe o que é que André pensa fazer a seguir.

Vicente Soares (45 anos): Vicente, o pai dos gémeos e irmão de Graça, trabalha como carteiro, e ao contrário da mulher, reconhece o seu “trabalho miserável” como um ganha-pão que ele gosta, e que poderia ser um caso muito pior. Vicente é semelhante à mulher em personalidade: bem educado, firme e alguém com uma excelente imagem lá fora. Dentro de casa, também tem esse tipo de personalidade, ainda que sinta que a mulher não o corresponde nesse aspeto. Preocupa-se bastante com a irmã, indo morar para casa dela de propósito para a ajudar. Vicente, no entanto, tem um pequeno problema com o álcool, e por vezes briga árduamente com todos à sua volta. Esse problema vai, bastante à frente na história, custar-lhe a vida, quando sob efeito de alcoolismo vai-se envolver numa rixa de bar, que acaba com um vidro espetado na sua garganta. A sua futura e prematura morte vai abrir os olhos a todos que o rodeavam, alguns de forma mais violenta que outros.

Núcleo Lopes

Personagens:

Lourenço Lopes (72 anos): vilão.

Margarida Lopes (71 anos): Margarida é escritora, tendo uma enorme inteligência e também um historial de vida ambos em dose forte. Descendente de uma família rica, era uma aventureira quando jovem, e sempre teve à sua disposição um espírito de lutadora. Casou-se com Lourenço pura e simplesmente por ter pena dele, no fundo, pois ela já tinha rejeitado inúmeros pretendentes, e achava Lourenço mais atraente que os outros, já para não falar que a ideia de sexo (que era garantida com o casamento) nunca lhe deixou de passar pela cabeça. Aquando das indiferenças e momentos bully de Lourenço, é Margarida quem defende aqueles que o marido tenta renegar (principalmente se se trata dos filhos que ela ama profundamente), e por dentro, ela tem a noção perfeita que Lourenço é um canalha. Vai se envolver num acidente rodoviário, o que a vai colocar numa cadeira de rodas, mas como a rija mulher que é, continua a tentar viver a vida, apesar do sofrimento que isto lhe causa (dispondo da ajuda da filha Laura para suportar tal situação). Futuramente, vai tentar investigar mais sobre a vida de Lourenço, descobrindo detalhes que ela nunca imaginou.

Laura Lopes (31 anos): núcleo cómico.

Marco Lopes (27 anos): Marco é um jovem adulto com responsabilidades óbvias, mas que ele nunca realmente se importou muito, pois ele vive com os pais e eles têm o dinheiro e as necessidades todas. Dos três filhos de Lourenço e Margarida, é o mais amado de longe (muito disso por causa do pai). Marco é radical na sua vida, e gosta do pensamento que ele “esteve lá, fez isso”. O que o leva a algumas práticas bastante inseguras – desde desportos radicais, a drogas, a desafios insolentes, até mesmo a tentar a sua sorte com prostitutas (incluíndo Alice, por quem ele vai ter uma espécie de romance). Marco nunca se apercebeu que foi abusado quando era criança pelo pai, nem porquê é que Lourenço o trata muito melhor que as irmãs, nem que Lourenço na realidade é apaixonado por ele. Quando Lourenço encena o seu desaparecimento, Marco vai atrás do pai, sem nunca esperar o que viria a seguir.

Alice Oliveira (24 anos): Tem praticamente metade da vida do irmão, Carlos, mas em muitos aspetos, Alice supera-lhe. É mais esperta, mais vistosa e mais ambiciosa que Carlos alguma vez foi. No entanto, nada disto lhe serviu nos estudos, pois Alice nunca se importou com a escola ou com emprego. Sempre só quis boa vida. Anos mais tarde, Alice viu nenhuma forma de sobreviver até lembrar-se de usar os seus dotes sensuais para alguma coisa. Prostituíu-se, e parte dela nem se arrepende disso. Mais tarde, vai sentir um conflito interno, pois Marco, o seu primo-irmão, intendeu ser seu cliente, como parte das suas “experiências de vida”. No fim, o dinheiro vai falar mais alto, e vão até desenvolver um romance algo intenso e perverso.

Inês Lopes (22 anos): Namorada de André, estudante de psicologia, e uma rapariga bastante bonita (sendo foco de atenção para muitos rapazes) e animada socialmente. Ou pelo menos era. André para ela foi a melhor coisa que alguma vez lhe aconteceu, querendo ficar junto dele para toda uma eternidade. Têm uma relação estável e muito bem acariciada. Bom, até ao momento em que Gonçalo se fez passar pelo irmão e enganou a rapariga completamente. Inês, que tinha prometido matar a virgindade de André, teve relações sexuais com o gémeo errado, o que iniciou uma guerra de irmãos que pode muito bem afetar a vida de todos ao seu redor sériamente. Inês, em particular, vai cair numa profunda depressão ao saber que (acidentalmente) traíu o rapaz que ama, e que possivelmente nunca o vai recuperar, deixando o seu estado mental bastante frágil e até servindo de cobaia para qualquer pessoa que a tente usar (como Madalena por exemplo, que vai servir-se de Inês como alguém que a ajudará a experimentar “algo”). Somente André seria a sua luz ao fundo do túnel, mas André nem sabe o que sente por ela.

Madalena Bastos (33 anos): Madalena é a empregada doméstica da família Lopes, e uma mulher que realmente esconde uma segunda cara. É bastante irónica com os seus comentários, criando algumas situações humorosas. Como empregada, ela é decente e deixa o recado feito. Mas o seu ser esconde-se por detrás disso. Madalena é, secretamente, uma traficante de drogas. Dinheiro é então o que não lhe falta, e acredita que só tem a ganhar com isso. Madalena vai ser fonte de “experiências” envolvendo drogas e ambos Marco e Inês, ainda que experiências na sua mente inofensivas, e até relaxantes contando com o que Madalena pretenderia fazer a seguir (há quem diga que Madalena é adepta de “oralidades”).

Núcleo Cardoso

Personagens:

Patrícia Cardoso (37 anos): vilã.

Renato Cardoso (38 anos): Renato é marido de Patrícia. É uma pessoa sensata e bastante calma, e em geral, alguém com quem qualquer pessoa se daria bem. No entanto, tem o terrível problema de ser excessivamente protetor. Isto é algo cujo ele nunca quis falar, ainda que sinta que o tenha de fazer. Do pouco que se sabe, diz-se que ele perdeu um cão quando era criança e que isso o marcou para sempre. Renato sempre odiou o emprego que a mulher (quem ele ama bastante) tinha (bombeira), e desejava por tudo no mundo que Patrícia arranjasse outro emprego. Mal sabia ele que, graças à sua própria mão, era isso mesmo que iria acontecer. Patrícia é despedida da corporação, e ignora completamente tudo o resto à sua volta para se tornar numa autêntica louca. Renato acha que fez bem, e começa a pesquisar intensamente por um novo trabalho para a mulher, mas vai ver o seu chão cair quando apanhar Patrícia num ato supostamente criminoso.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 4/10
Justificação: Graça parece-me uma personagem essencial para repor harmonia, contudo parece-me que a personagem Constança é um copy-paste desta, são as duas personagens que amam os filhos, que lutam por levar as coisas a bom porto e que conseguem articular as suas fragilidades com a sua força. E isso acaba por não ser interessante, porque para existirem personagens “iguais”, já basta os gémeos. Sendo que estes, por acaso, são facilmente distinguíveis devido aos seus atos. Perdi-me a meio da sinopse, não percebi como é que o Marco e a Alice são primo-irmãos, li várias vezes, li os anteriores projetos e continuei a não perceber. E depois como é que o Marco nunca se percebeu que foi abusado pelo pai? Estranho… A história dos gémeos é relativamente interessante, não é inovadora, mas tem algum “sumo”

Magy:

Nota: 4/10
Justificação: Os teus perfis estão bem estruturados, com a informação necessária (apesar de em alguns caso não acrescentarem muito ao que já sabíamos). Acho que te enrolas muito na construção frásica. Não sei se é assim que falas ou se estás a tentar escrever bonito… Mas, lamento, só confundes as coisas e a informação.

Nossa:

Nota: 6/10
Justificação: Gostei da Graça. Parece uma personagem bastante enigmática.

tvimagazine:

Nota: 6/10
Justificação: Há uma grande disparidade a nível de idades. Não sei se foi boa escolha, personagens tão velhas... Acho que houve desleixo na escrita dos perfis, para além de serem todos muito extensos.

pamsf998:
Personagens:
Núcleo Amorim

Personagens:

Mário Amorim (45 anos): É pai de Andreia e de Carolina e marido de Matilde, é dono de uma mercearia, que da maneira que anda, possivelmente, terão de pedir falência. Vão ser vítima de um assalto a mando de Gustavo, que ainda mais vai prejudicar a mercearia. Está a passar uma fase complicada no casamento devido às dívidas que têm em mãos. Vai haver um ponto de viragem, na sua vida pessoal e profissional, que são: a recuperação da mercearia, e a gravidez da mulher que depois de descobrir que a mulher o traiu a irá perdoar, pois ela fez aquilo pela família e amam-se mutuamente. É um bom marido, sincero, fiel.

Matilde Amorim (43 anos): Engravidou muito cedo e é mãe de Andreia e Carolina e esposa de Mário. O estado financeiro da família é muito debilitado e a única coisa que tem certa na vida é a casa e a sua família, após ser acidentalmente atropelada por Francisco, pai de Gustavo, vai-se envolver com ele em troca de dinheiro e acaba por engravidar. Revela ao marido que o filho é dele, mas mais tarde Mário descobre que ela o traiu. É humilde, nem que tenha de ir até ao fim do mundo para a salvar, faz tudo pela família, apesar de ser infiel a Mário fisicamente, sempre lhe foi fiel no coração, que é o mais importante. É sincera, amorosa, gentil e determinada.

Carolina - Vilões.

Andreia - Núcleo Protagonista.

Núcleo Oliveira

Personagens:

Patrícia Oliveira (18 anos): É irmã de Fábio, vê nele um caminho a seguir, evita que ele faça asneiras pela obsessão em descobrir quem matou o irmão, pois na sua opinião foi um acidente. É reservada, trabalha perto de Andreia e, por vezes, almoçam juntas, sabe as paixões, problemas, tudo sobre Andreia. Concilia o trabalho com a universidade, para poder comprar as suas coisas sem sobrecarregar o irmão. É obstinada e decidida. Gosta de João e vai ajudar este a enfrentar os problemas em que se vai meter.

Fábio - Núcleo Protagonista.

Luís - Vilão.

Núcleo Mendonça/Borges/Novais

Personagens:

Glória de Mendonça (70 anos): É mãe de Francisco, avó de Gustavo e irmã de Regina, apesar de Francisco ser seu filho, é contra este, pelos erros graves que este comete. É uma mulher sábia, bondosa, e amiga do amigo. Tenta denunciar o filho, mas é constantemente chantageada, é a única que conhece os segredos mais melindrosos do filho. Morre assassinada pelo filho. Era afastada da irmã, por esse motivo ele não compareceu no funeral.

Delfim Borges (75 anos): É avô de João e de Daniel e é pai de Lídia, é casado com Regina e sofre de alzheimer, fazendo sofrer todos os que convivem com ele e pondo em risco a vida das pessoas que vivem consigo. Fará com que perca as economias da sua vida, pois será burlado que, devido à doença que tem, dará todo o dinheiro que tem guardado a quem não deve e depois esquece-se.

Regina Mendonça Borges (72 anos): É avó de João e de Daniel e é mãe de Lídia, é casada com Delfim e vai sofrer os piores tempos da sua vida com a notícia da morte da irmã e com a doença diagnosticada ao marido. Vai perder todas as suas economias, pois o marido pensou que fez uma causa nobre mas entregou o dinheiro todo a um burlista. Vai ver a sua vida em risco, assim como a da filha e dos netos, pois o marido vai ligar o gás no fogão, vai deixar porta da rua aberta... Regina é uma mulher dedicada à família, sofrida, triste.

Lídia Mendonça Borges (38 anos): É mãe de João e de Daniel que são gémeos, é filha de Regina e de Delfim. Trabalha com Helena na empresa de Francisco, onde ambas são secretárias. Vai reencontrar o marido, e descobrir que ele tem uma filha com a atual mulher, algo de que vai sentir raiva. Vai-se afastar um pouco de Helena, mas é apenas para não estragar a amizade que existe entre ambas. Vai sofrer com os problemas de João, vai ter muitas batalhas duras pela frente. É uma mulher justa, batalhadora e sensata.
João Mendonça Borges Novais (18 anos): É irmão de Daniel, anda na universidade, na mesma turma de Patrícia, é um baldas, vai-se meter em vícios perigosos, como a droga e o álcool. Patrícia tenta ajudá-lo, mas este nega a ajuda, vai causar distúrbios na família. É preocupado, aluno razoável e vai-se meter em caminhos que não deve.
Daniel Mendonça Borges Novais (18 anos): É irmão de João, anda no 12º ano, pois repetiu um ano, é irmão gémeo de João, é apaixonado por Gabriela, depois de ter afastado José vai descobrir que é irmão de Gabriela, pois o pai divorciado é nada mais que pai da sua amada. Vai fazer de tudo para ficar com Gabriela.

Francisco Mendonça - Vilão.

Gustavo Mendonça - Vilão.

Núcleo Novais:

Personagens:

Lourenço Novais (39 anos): É marido de Helena e pai de Gabi. É professor de filosofia, muito exigente para com os seus alunos. Vai reencontrar a sua ex-mulher e os filhos de ambos, filhos estes que Lourenço desconhecia. Começar-se-á a sentir atraído por Lídia, mas não trairá a mulher. É exigente, bom pai, bom marido. Vai combater o namoro de Daniel e de Gabi.

Helena Novais (37 anos): É esposa de Lourenço e mãe de Gabi. É colega de trabalho de Lídia e fará com que o seu marido reencontre um amor antigo da qual nasceram gémeos, amor este que Helena desconhecia. É uma mulher bondosa, amigável, mas gosta do que é dela, neste caso: o marido. Não vai reagir muito bem à proximidade de ambos, mas aprecia uma boa conversa e não uma violenta discussão.

Gabriela Novais tem 17 anos e anda no 12º ano, é a melhor amiga de Daniel e até vão chegar a namorar, vai andar à porrada com algumas raparigas para defender o que é seu : Daniel. São muito apaixonados mas o mundo deles desabará quando descobrirem que são meios-irmãos. É uma excelente aluna, que se tornará numa adolescente problemática, mas com a ajuda de José, ficará melhor e esquecerá alguns dos problemas.

Núcleo Pontes:

Personagens:

José Pontes (17 anos): Vive com os pais, Rosália e Virgílio, é um nerd, o melhor da turma, vai sofrer uma desilusão amorosa que vai fazer com que este mude radicalmente de visual. José revolta-se, muda de visual, atira-se a raparigas, perde a vergonha, faz amizades, torna-se o vulgar "socialão" / playboy das escolas e, Gabriela começará a namorar com ele. José é um bom partido, seguro de si e gosta de um bom livro, é apaixonado e acima de tudo familiar.

Virgílio Pontes - Núcleo Cómico.

Rosália Pontes - Núcleo Cómico.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 3/10
Justificação: Então a Matilde é atropelada, tem todas as razões para fazer chantagem e receber dinheiro, mais ainda assim tem de se envolver com o Francisco, não percebi o porquê, honestamente. O triângulo entre o Lourenço, a Gabriela e a Lídia, parece-me o mais interessante pormenor de toda a novela, para mim deveria ser este o teu foco principal.

Magy:

Nota: 2/10
Justificação: Acho que a informação que dás nos perfis não completa muito a falta que existe nas sinopses! Continuamos com algumas confusões frásicas e coisas mal explicadas

Nossa:

Nota: 4/10
Justificação: As descrições das personagens não estão boas. Queria mais caraterísticas. O que fizeste, foi (re)escrever a sinopse de cada uma das personagens. Quanto ao Delfim, acho-o uma personagem interessante... mas temo que seja incoerente

tvimagazine:

Nota: 5/10
Justificação: A personagem de 43 anos (nomeadamente, a Matilde Amorim) está no limite! Mais um aninhos e já não concordava com a ideia da gravidez. O vocabulário usado é muito feio, sem dúvida alguma! Um exemplo de típico desleixo. Por aqui, também consegui encontrar erros na utilização de vírgulas, atenção...

Samuel:
Personagens:
Núcleo do Artur

Personagens:

Artur Galvão : Vilão.

Débora Galvão : Tem 54 anos e é a esposa de Artur. Conheceu o marido na Universidade e nunca mais olhou para outro homem. Iludida com um amor inexistente, Débora vai entrar numa roda-viva de desespero, interrompida apenas pelo nascimento das filhas Magda e Luísa. Mulher de sentimentos à flor da pele, vai tentar de tudo para se sentir útil e apaixonada, contudo em vão. A solução final passará por melhorar as suas fraquezas ao atravessar um processo progressivo de mudança, tanto a nível interior como exterior.

Magda Galvão : Vilã.

Luísa Galvão: Tem 25 anos e é a mais nova das filhas de Artur e Débora. Apesar de não ter sido bem-vinda por parte do pai, Luísa desenvolveu durante a infância uma ótima relação com Artur, relação essa que se foi desfazendo à medida que os anos passavam. O mau ambiente intensificou-se quando Luísa decidiu inscrever-se na faculdade de Arquitetura. Artur fez de tudo para não ter de pagar os estudos da filha, mas Débora conseguiu convencê-lo. Desmotivada, Luísa desiste do curso e volta a casa. Meses depois, começa a relação com Rodrigo, neto da Dona Amanda e aí tem também a oportunidade de trabalhar no hostel da tia. Jovem afetada pelo ambiente familiar, Luísa encontrará escapatória no mundo da droga, às escondidas de todos.

Tiago : Tem 7 anos e é o filho adotivo de Magda. Tiago é um adereço na família, visto que a mãe não lhe permite que desenvolva uma relação nem com a tia nem com os avós. Os problemas ficarão assim parcialmente fora do seu dia-a-dia, ainda que tenha de lidar com uma mãe de caráter extremista e de difícil abertura.

Família da Fernanda

Personagens:

Fernanda Galvão : Núcleo principal.

João : Tem 45 anos e é o marido de Fernanda. Sempre deu muito de si à mulher que ama, e talvez por isso nunca tenha reparado que esta o enganava com o filho da governanta dos Galvão. A sua ligação com os membros da família de Fernanda é muito passiva, muito pela sua própria passividade. Contudo, quando a verdade vier à tona, João passará a lidar de forma mais impulsiva com a sua esposa. O pressuposto amor que ligava os dois não era mais do que pura ilusão.

Dinis Galvão: Tem 19 anos e sempre foi decidido e confiante.

Núcleo Cardoso

Personagens:

Hélder Cardoso: Vilão.

Sónia Cardoso: Tem 42 anos e é casada com Hélder. Mesmo sofrendo ao lado do marido, Sónia mantém o casamento porque sabe que os filhos querem uma vida estável e um pai e uma mãe que se deem bem. Ainda assim, a decisão acarreta mais violência psicológica da parte do homem com quem casou. Sónia nunca se conseguirá perdoar pela morte do filho, até porque sabe que a culpa é sua, em parte. Trabalhando no hostel de Fernanda, esta mãe desesperada vai ter de encontrar forma de se impor perante o marido, nem que para isso tenha de sair de casa com a ajuda de Anabela.

André Cardoso: Tem 19 anos e é filho de Sónia e Hélder. Desesperado com a situação familiar, decide matar-se depois de uma discussão como tantas outras. Foi a gota de água. Mesmo desaparecendo cedo demais, é ele quem provoca a roda-viva de terror que a mãe e o irmão vão continuar a viver. Hélder não melhorará com a morte do filho. Pelo contrário.

Diogo Cardoso: Tem 8 anos e é o filho mais novo de Sónia e Hélder. Apesar de não viver tão intensamente as chatices dos pais, é muito ligado ao irmão e fica desolado ao vê-lo morrer, coisa que nunca esquecerá. O pai será sempre o culpado pela morte do seu “segundo pai”.

Núcleo do hostel

Personagens:

Fernanda Galvão: Família de Fernanda.

Renato: Tem 31 anos e é filho de Susete. Sempre viveu nos anexos da mansão dos Galvão e por isso o respeito raramente falhou. A dada altura, Renato, mulherengo, começou a aperceber-se da química que ele e Fernanda tinham. Sabendo que se tratava de um amor impossível, tentou afastar-se, mas rapidamente notou que não iria resultar. Os dois acabaram por manter uma relação às escondidas de todos. O filho de Susete vai fazer de tudo para manter a relação longe dos olhares dos Galvão e da sua mãe.

Como o seu pai faleceu quando era ainda bebé, atribui a Armando Galvão a figura paternal. Apesar de Susete saber toda a verdade, Renato não saberá que Armando não recorreu à eutanásia como disse. Assim sendo, é dos que mais sofre no momento da revelação do patriarca.

Susete: Tem 59 anos e é a governanta dos Galvão há muitos anos. Na altura, conseguiu o trabalho através de um anúncio num jornal, por pura coincidência. Já com Renato ao colo, a sua vida foi facilitada por uma família que a respeitava. Susete foi desenvolvendo ao longo do tempo uma relação bastante forte com Armando. Passou de mera governanta a confidente, a amiga. É ela a primeira a quem Armando vai contar o segredo que descobre. É ela quem manterá contacto com o patriarca até ao seu regresso e quem fará dirigir a Anabela alguma mensagem do pai, sempre fazendo-a acreditar que ele está de facto morto.

Adelaide: Adelaide tem 54 anos e é amiga de infância de Susete. Quando era mais nova, vendia legumes na feira com a amiga. A dada altura, as contas começaram a acumular e Adelaide decidiu procurar um melhor emprego. Aí, começou a trabalhar em vários hotéis, indo parar no final ao hostel de Fernanda, acompanhada de Susete. Ali é feliz e leva a sua vida de solteira sem problemas maiores. Sendo uma mulher forte e segura, nunca deixou que os outros pensassem por si e é também por isso que conseguiu vingar e sair por cima num momento mais complicada.

Luísa Galvão: Família de Artur.

Andreia Martins: Tem 24 anos e vem de França. Filha de pais emigrados e com bastante vontade de voltar a Portugal, Andreia, ainda no país de acolhimento, tenta encontrar um trabalho que a agrade e que a satisfaça a nível financeiro. Quando Renato, amigo, lhe comunica a vaga de rececionista do hostel, esta não hesita nem um segundo e chega a Portugal no dia seguinte. Materialista e inteligente que é, vê em Renato a hipótese de se aproximar de um bom partido. Quando se apercebe que o filho de Susete e Fernanda podem ter algo mais em comum, aproxima-se de vez dele para tentar decifrar que relação têm os dois. Renato chega a ceder, mas a tarefa não será fácil para Andreia.

Usou o novo acordo ortográfico.
lvigario:

Nota: 8/10
Justificação: Gostei das descrições, foram elucidativas e ajudaram a compreender melhor as sinopses (que estavam bem construídas e bem detalhadas).

Magy:

Nota: 10/10
Justificação: A informação apresentada complementa a 100% o que é apresentado nas sinopses. Personagens coerentes, interessantes e bem construídas.

Nossa:

Nota: 6/10
Justificação: Gostava de saber mais caraterísticas do Dinis. De resto, gostei da Susete mas nenhuma outra personagem me cativou.

tvimagazine:

Nota: 8/10
Justificação: Fiquei um pouco triste devido a alguns perfis serem muito breves e pouco explicativos. Mesmo que não houvesse desenvolvimento, gostava de ter lido um textinho, bem cuidado, sobre todos. Dá logo outra sensação. De resto, nada a apontar, até porque os perfis completos estão muito bem escritos!

Tabela das pontuações:



Volto de seguida com as pontuações finais desta semana. Até já.



Última edição por Nuno em Sab Out 04, 2014 8:28 pm, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário

94 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 8:04 pm

Nuno

avatar
Nível 2
pamsf998 escreveu:Ahahah xD não te preocupes o meu pc vai para arranjar, logo não vou puder participar, por isso... Boa sorte a todos...

É só mesmo por isso? Ou há mais alguma coisa?...

Ver perfil do usuário

95 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 8:09 pm

Samuel

avatar
Nível 2
Nuno, o Nossa deu-me um ponto a menos do que o que está na tabela. Wink

Parabéns clima! Very Happy


_________________

https://www.facebook.com/susanafelixfas/?fref=ts
Ver perfil do usuário

96 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 8:14 pm

Nuno

avatar
Nível 2
Foi um erro nas tabelas, vou postar as tabelas com o erro, mas depois corrigo.

Ver perfil do usuário

97 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 8:20 pm

Nossa

avatar
Nível 2
Eu juro que me ri com o Bowling. Razz Razz Razz


_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
Ver perfil do usuário

98 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 8:26 pm

Nuno

avatar
Nível 2
Estou de volta!

Vamos conhecer as pontuações finais desta semana!

Mas primeiro, fiquem a conhecer os resultados da votação do público:


(clica para veres melhor)

As pontuações desta semana:



Parabéns climatico e Samuel!

A classificação desta semana:



Parabéns Samuel!

Volto amanhã com o tema e o desafio da 5ª semana!

Até lá, recarreguem as tintas e preparem os blocos!

Ver perfil do usuário

99 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 8:28 pm

Fabien

avatar
Nível 2
Nuno, a descrição do Nossa em relação às personagens da minha Sinopse é igualzinha à do Samuel.

Ver perfil do usuário

100 Re: Produção Exclusiva [4ª Semana] em Sab Out 04, 2014 8:29 pm

Nossa

avatar
Nível 2
Faz-me impressão ver o Johnman à frente do Fabien! LOL.


_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Publicidade



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 4 de 5]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum