Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 5057
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 22
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qua Jul 03, 2013 10:30 pm
Inês S. escreveu:Tal como todos os outros do CDS. LOL Eles não o apoiaram na saída porque perdem o poleiro. É assim tão difícil de entender?

Ninguém quer saber verdadeiramente do país, o que é deplorável. LOL Parece uma novela de tão ridículo e irreal que é!

 Claro, e os portugueses que se lixem!Rolling Eyes
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 8742
Data de inscrição : 12/11/2012
Idade : 23
Localização : Porto
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Jul 04, 2013 7:40 pm
NC10 escreveu:
RodrigoMarquês. escreveu:Odeio o Paulo Portas depois disto. O causador deste inicio de catastrofe! Espero que as pessoas não se esqueçam rápido disto!

x2 Sempre o detestei. Não passa de um conas com vontade de estar no poleiro, que anda conforme as marés.

Espero mesmo que os portugueses não sejam tapados e se lembrem disto nas próximas eleições, sejam elas antecipadas ou não. Quero ver esse cão a penar.
x2
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 11446
Data de inscrição : 18/11/2012
Idade : 30
Localização : Estarreja
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Ter Set 24, 2013 9:24 pm


Só para dizer o que andam a dar os candidatos aqui!

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Mensagens : 79
Data de inscrição : 29/07/2014
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qua Jul 30, 2014 7:02 pm
Público escreveu:Membros do PND anunciam passagem à “clandestinidade revolucionária” na Madeira



Decisão foi tomada após condenação judicial por acção de protesto contra o Jornal da Madeira.

Membros do Partido Nova Democracia (PND) anunciaram esta quarta-feira, no Funchal, numa conferência de imprensa em que apareceram encapuçados de boinas ao estilo da ETA, a sua passagem à “clandestinidade revolucionária”. A decisão foi tomada, justificaram, porque “o opressivo regime político que vigora na região torna completamente impossível o exercício dos nossos legítimos direitos democráticos”.

A passagem à “clandestinidade” surge em consequência da condenação em tribunal pela acção de protesto no Jornal da Madeira, durante a campanha eleitoral para as regionais de 2011. A intervenção, frisam, “não passou de um grito de revolta contra um pasquim que é suportado com dinheiros públicos, e é utilizado pelo regime jardinista e sua oligarquia com o único objectivo de se perpetuarem no poder, perseguindo os seus adversários políticos”.

Como não pretendem expor-se às “ridículas perseguições do aparelho judicial” e de “criminosos contratados”, optaram pela actividade clandestina, disseram aos jornalistas, apontando casos de agressões e intimidações de que foram vítimas.

Os membros do PND, partido com um deputado no parlamento regional, lamentaram que “o aparelho judicial, em vez de cumprir a sua função e exercer um papel interventivo e fiscalizador no âmbito de um Estado de Direito, moderno e europeu”, sentencie “os activistas políticos a pesadas multas, mais elevadas do que as que normalmente exige a assassinos e corruptos”.

O Tribunal Judicial do Funchal condenou, na passada sexta-feira, a penas de 40 e 50 dias de multa, no valor global de 11 mil euros, ou a 26 dias de prisão os oito elementos do PND, pela prática de crime de introdução em lugar vedado. A acção visava denunciar, segundo os seus autores, o Jornal da Madeira como órgão de comunicação social ao "serviço do PSD" e lutar "pela liberdade de expressão e pluralidade", especialmente em período eleitoral.

Na sentença, a juíza Joana Dias não deu por provado que o Jornal da Madeira omita e discrimine a informação sobre  os partidos da oposição, que tenha resultados líquidos negativos, que seja instrumento de divulgação de actos públicos do governo regional, casos das inaugurações com fins eleitorais, que seja utilizado para informar a população de forma parcial, não isenta e rigorosa.

Um mês antes da acção do PND, a Comissão Nacional de Eleições deliberou intimar a direcção do Jornal da Madeira, detido em 99,98% pelo governo regional, a respeitar o pluralismo editorial. A Empresa Jornal da Madeira (EJM), com capital próprio negativo e um passivo de 48 milhões de euros, recebeu entre 1993 e 2013 cerca de 50 milhões de apoios financeiros provenientes do orçamento regional.

A World Association of Newspaper, em carta enviada ao presidente da Comissão Europeia e ao Presidente da República Portuguesa, conclui que "o apoio do governo regional da Madeira à Empresa Jornal da Madeira teve um efeito prejudicial no pluralismo e independência dos meios de comunicação social, minando os direitos dos cidadãos à liberdade de informação, pela distorção do mercado dos jornais", conclusão a que já havia chegado a Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Contra a concorrência "desleal" da EJM, empresa pública declarada pelo Tribunal de Contas "tecnicamente falida", incorrem várias acções judiciais, na ERC e na Autoridade para a Concorrência, interpostas pelo centenário Diário de Notícias funchalense.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 16029
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 24
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qua Jul 30, 2014 7:26 pm
Andava precisamente à procura de um saco de pasteleiro desses.

_________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 16029
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 24
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Ter Set 09, 2014 9:15 pm
Acho estes debates políticos tão deprimentes! Credo.

_________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Nível 2
Mensagens : 7067
Data de inscrição : 16/04/2013
Idade : 34
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Ter Set 09, 2014 9:52 pm
É por isso mesmo que nem os vejo
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 14699
Data de inscrição : 04/06/2014
Idade : 18
Localização : Anderlecht
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Dom Set 14, 2014 8:42 pm
Vejam o que eu encontrei:



rofl1
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 5057
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 22
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Dom Set 14, 2014 8:54 pm
Nuno escreveu:Vejam o que eu encontrei:



rofl1
Qual é a piada? XD
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 14699
Data de inscrição : 04/06/2014
Idade : 18
Localização : Anderlecht
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Dom Set 14, 2014 8:55 pm
"Novo Banco - Um bom começo" e aquela borboleta. Laughing
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 6787
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Dom Set 14, 2014 10:32 pm
Novo Banco o cara...

_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 11446
Data de inscrição : 18/11/2012
Idade : 30
Localização : Estarreja
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Dom Set 14, 2014 10:37 pm
Vocês deviam ouvir os anúncios na rádio, são ainda melhores

ps.: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

ESTE TAMBÉM É MUITO BOM!

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Nível 2
Mensagens : 7067
Data de inscrição : 16/04/2013
Idade : 34
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Dom Set 14, 2014 11:01 pm
Novo banco, com gente que nao se aguenta
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 6787
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 4:01 pm
Expresso escreveu:Como seria o mapa da Europa se houvesse uma vaga independentista?

Imagine que se alastra uma vaga de referendos como o que se realiza esta quinta-feira na Escócia. Imagine que todos terminam com vitória dos movimentos independentistas. Consequência: iríamos ter 37 novas nações e territórios. Veja o mapa ao detalhe.



Existem atualmente na União Europeia 37 movimentos nacionalistas e regionalistas representados na European Free Aliance (mais três como observadores), partido político representado junto do Parlamento Europeu.

Espanha, com os casos da Andaluzia, Aragão, Canárias, Catalunha, Galiza e País Basco, assume especial destaque. Esta quinta-feira, por exemplo, representantes das forças políticas nacionalistas foram ao Congresso de Deputados, a Madrid, para saudar o processo de referendo sobre a independência da Escócia.

Em declarações aos jornalistas, líderes políticos bascos, catalães, canários e galegos saudaram o povo escocês pela sua opção de exercer o direito de autodeterminação e as autoridades britânicas por permitirem a consulta, apelando ao Governo espanhol para que "ouça e aprenda".

Também o chefe do Governo basco manifestou intenção de "avançar pelo caminho" da Escócia. Para Iñigo Urkullu, o caso escocês demonstra que pela "negociação e acordo" é possível decidir o futuro político em liberdade.

Discursando no Palácio Intsausti de Azkoitia (Giouzkoa), onde presidiu ao ato de comemoração do 250º aniversário da Real Sociedad Bascongada de los Amigos del País, Iñigo Urkullu defendeu que o futuro da região é a Europa, "unida na diversidade" e transformada "num modelo de nova governação, baseada no diálogo e no acordo e na soberania partilhada".

Esta sexta-feira, o parlamento regional da Catalunha reúne-se em plenário extraordinário para aprovar a Lei de Consultas, o instrumento jurídico com base no qual o Governo regional pretende convocar a ida às urnas sobre independência para 9 de novembro.

Também a França acolhe pretensões independentistas. A União Democrática da Bretanha, que defende maior autonomia para uma região que foi independente do Reino de França até 1532, convocou uma "grande manifestação pela unidade" para 27 de setembro, em Nantes. A sul, o Partido Occitânica, formado em Toulouse em 1987, sonha com o reconhecimento de uma comunidade que fala uma língua - occitana - que terá surgido no século IX e que liga alguns vales dos Alpes italianos a alguns aragoneses nos Pirenéus espanhóis.

Seja qual for o sentido de voto dos escoceses, a pura e simples realização do referendo abriu uma janela de esperança aos movimentos e partidos independentistas europeus. E não são assim tão poucos.
avatar
Nível 2
Sexo : Feminino
Mensagens : 10613
Data de inscrição : 11/11/2012
Localização : Lisboa
Ver perfil do usuáriohttp://diariodeumapipoca.blogspot.pt/

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 4:14 pm
Alemães na Dinamarca e Dinamarqueses na Alemanha. LOL. Troquem uns com os outros xD
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 11012
Data de inscrição : 13/11/2012
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 4:29 pm
O Alberto de certeza que separava a Madeira do resto de Portugal Laughing

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | TOP5: A Outra > Ninguém Como Tu > Fascínios > Ilha dos Amores > Tempo de Viver | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Nível 2
Sexo : Feminino
Mensagens : 10613
Data de inscrição : 11/11/2012
Localização : Lisboa
Ver perfil do usuáriohttp://diariodeumapipoca.blogspot.pt/

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 4:31 pm
Sim, também reparei que faltava a Madeira no mapa xD

E quando os do Allgarve também começaram a falar nisso? lol, há com cada um!
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 11495
Data de inscrição : 13/11/2012
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 4:43 pm
A Escócia até percebo, agora os Dinamarqueses na Alemanha e os Alemães na Dinamarca, looool. Havia de ser bonito.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 6787
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 4:48 pm
Pois, por acaso fui logo ver se aparecia a Madeira no mapa. O Alberto João Jardim não é publicamente a favor da independência da Madeira, mas as suas declarações indicam-no, além de que se suspeitou em tempos que ele tivesse sido um dos ativistas da FLAMA.

A independência da Madeira esteve mais em discussão após o 25 de abril, quando surgiu a FLAMA (Frente de Libertação do Arquipélago da Madeira), que era um movimento clandestino, separatista, paramilitar e terrorista, que lançou vários ataques bombistas pela Madeira e Porto Santo, a favor da independência do Arquipélago. Devido a esses episódios, que se passaram essencialmente no chamado Verão Negro de 1975, o movimento não conseguiu muitos apoiantes, pois além dos atentados, muitos deles vitimaram pessoas. Mesmo assim, diz-se que a FLAMA está novamente no ativo, tendo surgido um movimento em 2009 e 2011 com o hastear de várias bandeiras da FLAMA pela Madeira.

Foi só um bocadinho de história política. Desculpem a chatice! Laughing

_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 11495
Data de inscrição : 13/11/2012
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 5:53 pm
Por acaso tenho curiosidade em saber como vai estar a Europa daqui a 100 anos. Provavelmente a Espanha nem existirá mais. Laughing
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 6787
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Qui Set 18, 2014 6:03 pm
Provavelmente estaremos juntos com a Espanha.

_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 6787
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Sex Set 19, 2014 12:53 am
Caso haja independência da Escócia, as possíveis novas bandeiras do Reino Unido:



Cada uma pior que a outra!
avatar
Nível 2
Mensagens : 12376
Data de inscrição : 10/11/2012
Idade : 17
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Sex Set 19, 2014 12:54 am
Eu estaria indeciso, se fosse escocês. Laughing Qualquer dia é a Madeira...kkkk

_________________
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 6787
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Sex Set 19, 2014 12:59 am
As sondagens indicam que não haverá independência, mas a margem é de cerca de 5%. Mas as sondagens são duvidosas, porque não houve inquéritos à boca das urnas.

_________________
"Podes não mudar o mundo, mas podes morrer a tentar."
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 11446
Data de inscrição : 18/11/2012
Idade : 30
Localização : Estarreja
Ver perfil do usuário

Re: Politica e Aldrabices

em Sex Set 19, 2014 1:02 am
Não sei se a independência será boa ou má. Mas seria giro ver, na Europa, a reacção de pequenos "lugares", se o Sim ganhasse na Escócia (que na minha opinião pessoal não irá acontecer).

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Conteúdo patrocinado

Re: Politica e Aldrabices

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum