Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Edição 8] “Mira Técnica”: Com Peso e Medida

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Zapping

avatar
Admin
[Edição 8] “Mira Técnica”: Com Peso e Medida
http://www.zapping-tv.com/edicao-8-mira-tecnica-com-peso-e-medida/

Ver perfil do usuário http://zapping-tv.com

climatico

avatar
Nível 2
Tens toda a razão na crónica Paulo!...

"É preciso apostar na antecipação, na inovação, na criatividade, na diferença para que o atendimento ao cliente seja o melhor de todos, só assim é possível obter sucesso!"

Esta frase é muito certa, mas actualmente acontece, acho eu, que "nós" comemos o que a TV nos quer dar...

Não há mesmo o sentimento de pensar no telespectador...


_________________
http://alemdosonho.pt.vu
Ver perfil do usuário

Paulo_1984


Nível 2
Comemos? Eu acho que não, basta ver que mesmo em horário nobre, a % de espectadores que escolhe outras opções é bastante elevada. Quando se chega a ter 30% do espectadores às 22 horas a escolher fora dos 4 canais acho que essa frase de comer o que as tvs querem nao é bem assim.

E depois se fores analisar por idades, classes sociais e sexo, verás que o público das generalistas é o mais velho, classes mais baixas e feminino. Em suma, o menos interessante e fácil de satisfazer.

É por isso que os jogos de futebol continuam a ser muito apetecidos, não é apenas as audiências mas trazer outros anunciantes e manter alguma ligação a outro público, mesmo as receitas não cobrirem as despesas.

Ou basta lembrar como o Gato Fedorento era valioso e o sucesso não era só a audiência global, mas o peso das classes altas e dos jovens e homens.


_________________
Smile
Ver perfil do usuário

browns


Nível 2
Eu sinceramente não percebo qual o espanto dos quase 40 do CABO e Outros!
São mais de 100 canais, não 50 como antes!!!
As generalistas ainda tem bastante poder, a oferta dos canais de subscrição é que é maior tanto em quantidade como em qualidade.
Apenas a RTP1 tem audiências muito más porque as privadas continuam com os quase 50% do bolo audiométrico, ainda ontem atingiram 48,8%, juntas.
O Gato Fedorento não é de todo o melhor caso, pois apesar de atrair as classes altas, jovens e público masculino, não era tanto para os outros públicos que também são fundamentais, apesar de saber que o público comercial é muito importante, mas atualmente é uma minoria.
ÁS 22H ainda ontem estavam a comer as generalistas cerca de 73% da população. 27% para o Cabo e Outros é muito? Não! É muito pouco!

Ver perfil do usuário

Paulo_1984


Nível 2
Pois, mas as generalistas não vivem do ar, e se as audiências que têm não rendem depois em publicidade qual o interesse afinal?
E num mercado cada vez mais pequeno ter o público certo é cada vez mais a prioridade!

O que as generalistas estão a fazer para tentar compensar acabará por esgotar-se e depois?

Quero com isto dizer o que fazer quando os operadores não quiserem mais canais por cabo das generalistas? Quando começarem a cortar no que pagam por estes? Quando os canais estrangeiros começarem a atrair mais investimento publicitários? Quando o call-TV espalhado por toda a grelha deixar de render?


_________________
Smile
Ver perfil do usuário

Rubenz


Nível 2
browns escreveu:Eu sinceramente não percebo qual o espanto dos quase 40 do CABO e Outros!
São mais de 100 canais, não 50 como antes!!!

As generalistas ainda tem bastante poder, a oferta dos canais de subscrição é que é maior tanto em quantidade como em qualidade.
Apenas a RTP1 tem audiências muito más porque as privadas continuam com os quase 50% do bolo audiométrico, ainda ontem atingiram 48,8%, juntas.
O Gato Fedorento não é de todo o melhor caso, pois apesar de atrair as classes altas, jovens e público masculino, não era tanto para os outros públicos que também são fundamentais, apesar de saber que o público comercial é muito importante, mas atualmente é uma minoria.
ÁS 22H ainda ontem estavam a comer as generalistas cerca de 73% da população. 27% para o Cabo e Outros é muito? Não! É muito pouco!
Quantidade não significa qualidade. E nos últimos tempos têm surgido canais totalmente desnecessários.

Ver perfil do usuário

NC10

avatar
Nível 2
Concordo. O cabo é muita quantidade e pouca qualidade.

E acho perfeitamente normais os resultados em HN das generalistas e não acho preocupantes.
Acho preocupante o daytime que nem aos 50% deve chegar.

Ver perfil do usuário

Pedrosic

avatar
Nível 2
Rubenz escreveu:
browns escreveu:Eu sinceramente não percebo qual o espanto dos quase 40 do CABO e Outros!
São mais de 100 canais, não 50 como antes!!!

As generalistas ainda tem bastante poder, a oferta dos canais de subscrição é que é maior tanto em quantidade como em qualidade.
Apenas a RTP1 tem audiências muito más porque as privadas continuam com os quase 50% do bolo audiométrico, ainda ontem atingiram 48,8%, juntas.
O Gato Fedorento não é de todo o melhor caso, pois apesar de atrair as classes altas, jovens e público masculino, não era tanto para os outros públicos que também são fundamentais, apesar de saber que o público comercial é muito importante, mas atualmente é uma minoria.
ÁS 22H ainda ontem estavam a comer as generalistas cerca de 73% da população. 27% para o Cabo e Outros é muito? Não! É muito pouco!
Quantidade não significa qualidade. E nos últimos tempos têm surgido canais totalmente desnecessários.

Agora disseste tudo, não acho que os canais da TVcabo sejam assim tão bons, existem exceções claros, mas poucas! Rolling Eyes


_________________
Ver perfil do usuário

Paulo_1984


Nível 2
Eu até acredito que se houvesse menos as audiências fossem melhores!

Muitos canais faz com a oferta de cada um acabe por ter menos qualidade e interesse e abusem ainda mais das repetições.

Basta ver o que aconteceu com os canais FOX e os canais AXN!


_________________
Smile
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Publicidade



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum